Início Aviação Viagens aéreas no Brasil devem crescer 51% no último trimestre de 2021

Viagens aéreas no Brasil devem crescer 51% no último trimestre de 2021

293
0
COMPARTILHAR

Pesquisa da Belo Investment Research, empresa de pesquisa de investimentos que analisa as tendências globais e regionais, aponta que o número de passageiros em voos no Brasil deve crescer 51% no último trimestre de 2021 em relação aos três meses anteriores.

Viagens aéreas no Brasil devem crescer 51% no último trimestre de 2021

A previsão de curto prazo, também conhecida como Nowcasting, foi desenvolvida a partir de uma arquitetura baseada em “Rede Neural Recorrente”.

O Nowcasting inclui dados tradicionais, como o histórico de passageiros de viagens aéreas e taxa de vacinação, e Dados Alternativos, como taxa de mobilidade por atividade econômica e a quantidade de buscas por voos realizadas na internet, e revela que a quantidade de passageiros por semana até dezembro de 2021 alcançará números próximos aos do período pré-pandemia.

Para prever o número de passageiros por semana, a Belo Investment Research considera portanto o comportamento recente das pessoas em relação à Covid-19. Em primeiro lugar, o Nowcasting, palavra originária da meteorologia que tem sido empregada na área econômica nos últimos anos, contempla a intenção de compra de passagem aérea a partir do índice de busca por voos na internet.

Em segundo lugar, o Nowcasting contempla o histórico de mobilidade, capturando o fluxo de pessoas por tipo de atividade. Por exemplo, a mobilidade crescente nas atividades de varejo, recreação, estação de transportes e locais de trabalho que já está igual ou maior do que no início da primeira onda.

Captura ainda a redução do número de pessoas em casa e o crescimento da mobilidade em parques, ambas se aproximando de patamares pré-pandemia.

Em terceiro lugar, o Nowcasting também contempla a evolução do número de pessoas vacinadas, informação que explica diretamente o aumento da mobilidade e busca por voos na internet.

A mudança de comportamento das pessoas em relação à Covid-19 tem influência direta no número de passageiros de viagens aéreas que deve alcançar 2 milhões no final do quarto trimestre, com destaque para a última semana de dezembro de 2021. Esse será assim o maior número de passageiros por semana desde fevereiro de 2020, quando foi registrado o primeiro caso de Covid-19 no Brasil.

Embora 14% menor do que o realizado em fevereiro de 2020, o Nowcasting indica que o número de passageiros para a última semana de dezembro deste ano será 35% maior do que o observado no mesmo período em 2020. Entre setembro e dezembro, o número de passageiros de viagens aéreas deve crescer 2,6% por semana.

Esse crescimento pode ser explicado por dois fatores. O primeiro está associado à sazonalidade e reflete o maior interesse por viagens no último trimestre do ano. O segundo fator está associado ao comportamento recente das pessoas e reflete o aumento da mobilidade, a busca por voos na internet e a evolução da vacinação no Brasil.

O diretor de Estratégia da Belo Investment Research, Rafael Foscarini, aponta que este é, possivelmente, o primeiro Nowcasting de número de passageiros de viagens aéreas realizados no Brasil. “O histórico de número de passageiros de viagens aéreas utilizado nas previsões é mensal. Logo, a previsão de número de passageiros também é mensal. Para elaborar o Nowcasting, a Belo Investment Research adota uma abordagem denominada Bridge. Essa abordagem transforma os dados mensais em semanais por meio de uma função, e a previsão de curto prazo é construída com base em dados semanais de busca na internet e diários de mobilidade e vacinação, resultando em uma previsão semanal de número de passageiros de viagens aéreas. O que permite melhorar o planejamento das empresas do setor aéreo, beneficiando clientes na medida em que as empresas podem compatibilizar a demanda e a oferta de voos”.

Leia também Turismo em alta aquece mercado hoteleiro

Deixe uma resposta