Início Em Destaque Segundo dia de Conotel abre com painel sobre parceria público-privada com Vinicius...

Segundo dia de Conotel abre com painel sobre parceria público-privada com Vinicius Lummertz, secretário de Turismo e Viagens de São Paulo

30
0
COMPARTILHAR

O segundo dia do Conotel – Congresso Nacional de Hotéis – começou com a apresentação de Vinícius Lummertz, secretário estadual de Viagens e Turismo de São Paulo. Seu painel teve como tema “A parceria público-privada na retomada dos negócios”. O principal destaque foi a apresentação do Plano 20-30 que pretende transformar São Paulo numa referência para o turismo em escala nacional e internacional.

“O plano foi elaborado de forma colaborativa. Procuramos unir as vocações turísticas do estado articuladas com o mercado para criar condições políticas e econômicas para viabilizar o uso de tecnologias na criação e divulgação de novos destinos turísticos, sempre buscando explorar o potencial de cada localidade”, explicou Lummertz.

Segundo o secretário de turismo de São Paulo, o país é um dos principais destinos de natureza do mundo e precisa internacionalizar seu turismo com o apoio das marcas relacionadas ao setor, principalmente através de parceria público-privada.

“Para realizar todo o processo, é preciso estabelecer estratégias e objetivos para se possa acompanhar cada uma das ações. A cidade de Olímpia em São Paulo é um exemplo disso. A região já conta com os parques Hopi Hari e Wet’n Wild e atrai cerca de dez milhões de visitantes por ano. Com os investimentos certos, ela pode se tornar na Orlando brasileira”, afirmou. Lummertz citou ainda a meta de transformar o centro da capital paulista em um grande museu de arquitetura.

O plano 20-30, apresentado pelo secretário de Turismo em seu painel, propõe ainda a inclusão de disciplinas eletivas relacionadas ao turismo no ensino fundamental e médio. Ele destacou que a iniciativa já está em andamento.

“Temos hoje cerca de 900 escolas que já aderiram à ideia. A expectativa é que a procura por esses cursos aumentem, conforme forem mais divulgados para o público”, afirmou. Lummertz ressaltou também a campanha São Paulo para todos, lançada em 2019. Segun ele, a iniciativa vem obtendo excelentes resultados na geração de empregos e promovendo ações de gastronomia, entretenimento e lazer.

A liberação dos cassinos em resorts e hotéis também foi abordada pelo secretário de Turismo e Viagens de São Paulo em seu painel. Lummertz defendeu a medida e apresentou exemplos de outros locais em que a atividade traz desenvolvimento para a região e seu entorno, incrementando principalmente a busca pela hotelaria da região.

“O Brasil é um dos países que melhor controla suas finanças. Não há o que temer com relação a liberação dos cassinos. Temos que ter medo é de desemprego. Sua liberação trará investimentos para a região onde se instalará em vários setores e pode ser estimulada através de parceria público-privada”, afirmou Lummertz.

O secretário de Viagens e Turismo de São Paulo apresentou ainda um panorama das ações da secretaria desenvolvidas desde 2019. “Podemos destacar algumas iniciativas importantes para o setor como o lançamento do programa SP Para Todos, a privatização de aeroportos e a ampliação da malha aérea, a geração de quase 10 mil empregos no setor turístico, o Programa de Crédito Turístico, a redução do ICMS para as companhia aéreas, além da criação de estratégias no combate aos efeitos negativos da pandemia de covid-19”, finalizou.

Leia também Primeiro dia do Conotel 2021 reúne ministro do Turismo com o deputado Bacelar, presidente da Comissão de Turismo da Câmara dos Deputados e com a senadora Soraya Thronicke

Deixe uma resposta