Início Imagem Destaque Destinos bonitos e baratos para aproveitar o frio

Destinos bonitos e baratos para aproveitar o frio

383
0
COMPARTILHAR

Unir o charme da moda inverno às bebidas e aos pratos quentes, com destinos aconchegantes é um desejo para aqueles que amam o frio e querem curtir toda a experiência da estação. A boa notícia é que dá para fazer isso tudo sem sair do Brasil!

“Os turistas brasileiros gostam de viagens para lugares frios e que possuam um preço acessível e econômico”, conta Stephan Geocze Jr., sócio proprietário da operadora de turismo Juca na Balada. “É possível viajar no Brasil no estilo europeu. Aproveitar o ar das montanhas, curtindo o que o frio oferece sem gastar tanto. Basta saber pesquisar pacotes adequados ao perfil e preferências do viajante“.

O consultor de viagem selecionou 10 destinos econômicos para aproveitar o que a estação tem a oferecer. E o melhor: sem sair do país. Confira!

Campos do Jordão (SP)

Campos do Jordão é um município localizado no Estado de São Paulo e nacionalmente conhecido como a “Suíça Brasileira“. Com diversas opções de restaurantes, bares e baladas, diversão é o que não falta, para todos os bolsos.

“Quem vai para Campos do Jordão não pode deixar de visitar os principais pontos turísticos. Entre eles: o Alto da Vila Inglesa, Alto do Capivari e Cachoeira Ducha de Prata. Passeios para o Bar Baden Baden e Teleférico ao Morro do Elefante também são opções que merecem serem prestigiadas”, conta Stephan Geozce Jr.

Santo Antônio do Pinhal (SP)

Quem vai para Campos do Jordão pode esticar e visitar o município vizinho, Santo Antônio do Pinhal. Localizada na Região Metropolitana do Vale do Paraíba, a cidade contém muito verde e clima de montanha. Há feirinhas de artesanato, restaurantes com foundue e vinhos. E para os que preferem aventuras, tem trilhas para o Pico do Agudo na Serra da Mantiqueira (um dos mais altos do país).

São Roque (SP)

A cidade de São Roque é uma opção acessível para aqueles que querem unir viagem com degustação de vinhos. “Para quem quer conhecer São Roque, eu sempre sugiro a Rota do Vinho. Ela inclui a Adega Terra do Vinho, a Adega Don Patto, a Destilaria Stoliskoff, Quinta do Olivardo e a Vinícola Goes”, informa o consultor de viagem.

“Caso haja um dinheiro sobrando, o turista também pode realizar compras em outlets de marcas famosas. Há muitas lojas de moda presentes na cidade”, completa Stephan Geocze Jr.

Monte Verde (MG)

Localizado na divisa de São Paulo com Minas Gerais, o distrito é um destino com diversas opções de pousadas e roteiros. Há desde as alternativas econômicas até as mais requintadas.

Monte Verde une restaurantes dos mais variados gostos e estilos. Há também a possibilidade de realizar o turismo aventureiro, com trilhas, tirolesa, trekking, passeio a cavalo, entre outros.

Curitiba (PR)

A capital do Paraná é para ser prestigiada em qualquer época do ano, mas principalmente na época do frio. Com programações que contam com barracas gastronômicas que oferecem produtos típicos do Paraná, Curitiba é ideal para ser visitada no inverno.

Uma vez na cidade, é fácil se encantar com a beleza de seus parques, conhecer o Jardim Botânico e a Ópera de Arame. É importante não deixar de prestigiar a gastronomia da região sul do país nos mais diversos tipos de bares e restaurantes.

Blumenau (SC)

Blumenau não merece atenção apenas na época da Oktoberfest (quando os preços duplicam), mas também durante os meses mais frios do ano. A arquitetura alemã, as cervejarias e suas belezas naturais tornam Blumenau um destino que oferece a sensação de estar na Europa. E não é apenas pelo frio.

“Em Blumenau, o viajante pode usufruir das melhores cervejas do Brasil e do mundo. É uma opção para amigos ou casais que amam esse tipo de bebida e querem um contato maior com a cultura alemã”, conta Stephan.

Canela (RS)

O município de Canela fica próximo à Gramado, no estado do Rio Grande do Sul. É um destino mais econômico, porém tão deslumbrante quanto o seu município vizinho.

A cidade conta com uma arquitetura europeia com flores e jardins bucólicos. Cafés coloniais e dos foundues também trazem fama à cidade. Em alguns dias do inverno e devido ao frio, com temperaturas bem baixas, é possível enxergar uma precipitação de neve.

Ouro Preto (MG)

Um dos destinos mais tradicionais do Brasil é a cidade de Ouro Preto, em Minas Gerais. No inverno há programações especiais voltadas para essa época do ano. São shows, exposições, festivais gastronômicos, entre outros eventos.

“Conhecer um local histórico nacional com atrações gratuitas no inverno é uma opção excelente para viajar de maneira barata e inesquecível. É isso que Ouro Preto oferece aos turistas”, explica Stephan.

Visconde de Mauá (RJ)

Para aqueles que querem apenas se isolar em meio à natureza no clima do inverno, Visconde de Mauá é a melhor opção. Localizada na Região Sul Fluminense do Rio de Janeiro, o destaque é o contato com a natureza que a cidade proporciona.

Com opções de pousadas acessíveis e aconchegantes, além de restaurantes com gastronomia voltada para pratos quentes e fogão à lenha, Visconde de Mauá é a combinação perfeita para turista que gostam de curtir um clima frio.

Nova Friburgo (RJ)

Por possuir um clima de montanha, Nova Friburgo é considerada como uma das cidades mais frias do Brasil. E perfeita para ser visitadas no inverno.

A cidade tem restaurantes com lareira e pratos quentes e pousadas dos mais variados estilos e gostos. Além da paisagem natural ao redor da cidade que encanta quem conhece. “Nova Friburgo é feita para todos os gostos, do econômico ao requintado, do aventureiro ao monótono. Diversão é o que não falta!”, finaliza Stephan.

Leia também É inverno na América do Sul

Deixe uma resposta