Início Cultural Andradas, o negócio é o turismo

Andradas, o negócio é o turismo

1005
0
COMPARTILHAR

A cidade de Andradas está localizada aos pés da Serra da Mantiqueira, ao sul de Minas Gerais. De São Paulo, são 216 km de asfalto plano e paisagens de tirar o fôlego. O município, ainda pouco explorado, oferece atrativos para todos os públicos. Seus destaque são enoturismo, esporte e aventura, religioso e gastronomia.

Estrada que leva a Andradas

Com uma população de pouco mais de 38 mil habitantes, Andradas está rodeada por montanhas e florestas preservadas. Apesar de ser conhecida como a “Terra do Vinho” e possuir diversas atrações turísticas, o comércio tem sido a maior fonte de renda da cidade. É através dele que são gerados diversos trabalhos diretos e indiretos para a população local.

Andradas produz de tudo um pouco e anualmente saem da cidade toneladas dos mais diversos tipos de produtos. O setor de móveis tem apresentando grande crescimento ano após ano.

No início, o foco era suprir a demanda local e as empresas fabricavam para os clientes móveis sob encomenda. Com o passar dos anos, os empresários investiram no aperfeiçoamento da mão de obra local e hoje na cidade são mais de 80 empresas do ramo, entre lojas e fábricas especializadas no segmento.

A indústria de louças sanitárias também se destaca. Atualmente, são gerados de mais de 1800 empregos diretos e indiretos, o que torna esse um dos segmentos mais fortes na geração de renda do município.

Andradas

Comércio é a principal atividade econômica de Andradas

Um dos polos de maior influência e crescimento na cidade é, sem dúvidas, o comércio. Como um forte gerador de renda e emprego, a prefeitura da cidade tem investido em políticas e ações que incentivem os micro, médios e grandes empresários de Andradas.

Rodrigo Aparecido Lopes, prefeito de Andradas – MG

De acordo com o prefeito, Rodrigo Aparecido Lopes, o município conta com o Código Tributário que viabiliza o processo para os futuros empresários. “O primeiro passo é a apresentação de um plano de trabalho, considerando o faturamento, empregos gerados e toda questão em termos de impacto social de desenvolvimento econômico que o empreendimento irá trazer para o município”, explica.

 

Leia também São Paulo mais conectado para o turismo

 

Deixe uma resposta