Início Artigos São Paulo mais conectado para o Turismo

São Paulo mais conectado para o Turismo

330
0
COMPARTILHAR

A conectividade aérea é o primeiro ponto para o desenvolvimento de um destino. O Estado de São Paulo é, de longe, o destino mais conectado, com voos para mais cidades do Brasil.

Mesmo assim, havia um potencial ainda não explorado e novos hubs se desenvolvendo no País que atraíam novas frequências por conta de uma política de redução da alíquota de ICMS sobre o querosene de aviação.

Desde o início deste ano, o governo do Estado reduziu também aquela que era a maior alíquota do Brasil. A redução foi de 25 para 12%, deixando assim o Estado mais competitivo e conectado. Pois, em troca, exigiu contrapartidas das companhias aéreas com mais voos para os aeroportos paulistas.

E isso já está ocorrendo e já foram anunciados 490 novos voos. Tanto para destinos que já se conectavam dentro e fora do Estado, quantos para novos mercados. São seis as novas cidades a serem atendidas no interior paulista, resultado do acordo. Isso beneficia todas as pontas da cadeia. Tanto o emissivo, uma vez que São Paulo é o maior pólo de vendas de viagens do País, como também para o receptivo, pois abre novos mercados.

A conectividade aérea está diretamente ligada ao crescimento de um destino. Se a oferta de voos é pequena, os preços tendem a serem maiores e a chegada de visitantes fica restrita. Com mais competição e um mercado mais conectado, os preços ficam mais acessíveis. Sem dúvida, um fator que contribui bastante para um destino se destacar.

São Paulo mais conectado deve atrair mais viagens de lazer

Se São Paulo já é o centro do Turismo brasileiro, recebendo a maior parte dos voos internacionais e sendo o maior emissor do País, o Estado deverá agora decolar e se tornar um destino mais desejado para as viagens de lazer.

Por conta da capital e outras cidades da região metropolitana, São Paulo é quase sinônimo de viagens de negócios. No entanto, o Estado tem uma diversidade muito grande. São destinos que vão desde praias, passando por locais de natureza, termais, além de resorts e parques temáticos.

Estando mais conectado, o Estado tende a desenvolver ainda mais estes destinos. Um exemplo é Olímpia, conhecida dos paulistas e que conta com um dos parques aquáticos mais visitados do mundo. A cidade vem ganhando, em 2019, um destaque no cenário nacional.

Há ainda as cidades mais conhecidas como Campos do Jordão e o seu clima de montanha ou Brotas, capital nacional do Turismo de Aventura e a própria capital com todos os seus atrativos. Isso sem contar as praias, tanto do litoral Norte, como em direção ao Sul.

Gol faz promoção Stopover em voos para São Paulo

Adicionalmente a isso, a Gol Linhas Aéreas apresentou um programa de Stopover que beneficia as cidades paulistas. Passageiros de voos domésticos ou internacionais da companhia que fazem conexão nos aeroportos de Guarulhos, Congonhas e Viracopos poderão ficar até duas noites em São Paulo sem custos adicionais.

Isso terá uma grande contribuição para o desenvolvimento dos destinos paulistas. Assim como das agências de viagens receptivas e toda a cadeia do turismo. Agora, viajantes que saem do Sul ou do Nordeste, por exemplo, podem incrementar sua viagem com uma passagem por São Paulo.

Não menos importante, é a atuação dos agentes de viagens de todo o País. Este tipo de viagem, que envolve mais de um destino, exige um tremendo cuidado na sua preparação, escolha de voos, hotéis etc. E ninguém mais capacitado para entregar uma experiência sem surpresas ao viajante do que um bom agente de viagens. Ganha o Estado, ganha o turismo e ganha o agente de viagens.

Artigo de Marcos Lucas, agente de viagens e presidente da Associação das Agências de Viagens  do Interior do Estado de São Paulo (Aviesp)
Leia também do mesmo autor A perversa lógica dos altos preços das passagens

Deixe uma resposta