Início Destaque Sebrae e BNDES unem forças para facilitar crédito a pequenos negócios

Sebrae e BNDES unem forças para facilitar crédito a pequenos negócios

394
0
COMPARTILHAR

Sua agência pode se beneficiar desse crédito.

O Sebrae apresentou  11 propostas  para firmar cooperação técnica com o banco de desenvolvimento Econômico Social .O presidente do BNDES afirmou que o plano de trabalho já está aprovado e que deverá ser implementado a curto prazo. “Hoje é o primeiro dia da revolução do acesso ao crédito para os desenvolvedores de negócios no Brasil. Vamos desenvolver uma plataforma com os nossos recursos e a orientação que o Sebrae oferece para as empresas”, disse Paulo Rabello.  

 

Segundo Afif Domingos, presidente do Sebrae, “ o Banco tem os recursos e o Sebrae tem uma rede que qualifica a pequena empresa e um fundo de aval, o Fampe, que pode ser usado como garantia por esse empreendimento”. Pesquisas mostram que 83%  dos pequenos negócios não têm acesso ao crédito.

 As propostas inclusive utilizar startups financeiras

As propostas do Sebrae abrangem a orientação para acesso ao crédito, a melhoria das condições de financiamento às empresas com faturamento bruto anual de até R$ 3,6 milhões e o aumento do incentivo ao uso do cartão BNDES.  Está previsto também reduzir a intermediação financeira entre o banco e os pequenos negócios, utilizando para isso uma fintech (as chamadas startups financeiras) específica para esse fim.

Afif diz que a ideia é que o Sebrae construa um hub que agregue as fintechs para oferecer créditos mais acessíveis para os pequenos negócios. O Sebrae funcionará como  acelerador dessas startups. “Nós seremos o modelo de sustentação das fintechs”. A proposta foi bem aceita pelo BNDES, que já tem projetos de trabalhar com as fintechs. “O que ocorre é que o sistema financeiro é grande demais para atender os pequenos”, afirmou  Afif.

Canal MPE

Para atender a demanda desses financiamentos, o BNDES criou uma ferramenta on-line.  O Canal MPE está disponível no endereço  www.bndes.gov.br e permitirá que o BNDES passe, pela primeira vez, a se comunicar diretamente com o empreendedor interessado em suas linhas de financiamento. O canal pode ser acessado também por meio de dispositivos móveis (celulares e tablets).

Deixe uma resposta