Início Destinos Salto de paraquedas é o novo atrativo radical em Foz do Iguaçu

Salto de paraquedas é o novo atrativo radical em Foz do Iguaçu

427
0
COMPARTILHAR

A oferta de entretenimento em Foz do Iguaçu tem mais uma opção esportiva cheia de emoção e adrenalina. A novidade é o salto duplo de paraquedas.

Para os aventureiros dispostos a ver o mundo dos céus, a emoção é garantida. São quase 30 minutos de voo panorâmico nas alturas. O cenário é a paisagem impressionante de toda a região da tríplice fronteira. A adrenalina vai ao limite no momento do salto a mais de 3 mil metros de altura sobre a usina de Itaipu e o rio Paraná.

Lá de cima, a gigante hidrelétrica fica pequena, a barriga gela e o coração vai a mil em uma queda livre de 40 segundos a mais de 200 quilômetros por hora.

Eslin Saldanha, gerente operacional da Fly Foz, que oferece também um curso de paraquedismo, conta que a empresa optou por se instalar em Foz do Iguaçu pelo potencial turístico, localização e o clima favorável para implantar um centro para o esporte.

“Além de sentir a emoção e a adrenalina de saltar de paraquedas sobre Itaipu, maior geradora de energia do planeta, o visitante ainda realiza um voo panorâmico sobre a região da tríplice fronteira e Cataratas do Iguaçu”, comenta o gerente.

Saldanha acrescenta ainda que os saltos duplos são feitos com o máximo de segurança. E que qualquer pessoa acima de 14 anos pode saltar de paraquedas, junto com um instrutor. O preço do salto é R$890,00. O staff de paraquedistas da empresa conta ainda com camera flyers. Elas registram os momentos mais eletrizantes, desde a orientação do instrutor e o embarque no avião até a hora do pouso.

Salto de paraquedas é o novo atrativo radical em Foz do Iguaçu

Curso de paraquedismo

Além dos saltos duplos, a Fly Foz está implantando ainda uma escola de paraquedismo. A ideia é promover competições em vários níveis, inclusive internacionais, e atrair para eventos atletas de renome.

A empresa tem sede em Boituva (SP), região que forma os melhores paraquedistas do mundo. A cidade possui a maior quantidade de aeronaves próprias para uso esportivo em toda América Latina. A objetivo é exportar esse conhecimento e técnica de paraquedismo a outras regiões do Brasil.

Segundo Gilmar Piolla, Secretário de Turismo, Indústria, Comércio de Foz do Iguaçu, a nova modalidade, amplia a identidade esportiva de Foz do Iguaçu com os roteiros de ecoaventura já oferecidos.

“O novo atrativo agrega valor ao Destino Iguaçu. Ele incrementa as opções de ecoturismo já ofertadas, colocando de vez a cidade na rota do turismo de aventura”.

Leia mais sobre o turismo ecológico, de aventura e relacionado ao esporte 

Deixe uma resposta