Início Destaque Os destinos turísticos mais assustadores do mundo

Os destinos turísticos mais assustadores do mundo

146
0
COMPARTILHAR

São vários os lugares espalhados pelo mundo com histórias e curiosidades aterrorizantes por descobrir. Muitos são marcados por lendas e tragédias ou com trilhos que só alguns conseguem percorrer. São destinos turísticos desconhecidos pela maioria das pessoas e que fazem os menos aventureiros tremer dos pés à cabeça.

De florestas mágicas a pontes suspensas, passando por ilhas habitadas por animais mortíferos, por exemplo, há recantos espalhados pelo planeta – naturais ou construídos pelo homem – que fazem arrepiar a espinha.

Vamos conhecer alguns desses destinos turísticos mais assustadores do mundo.

Capilano Suspension Bridge Park (Canadá)

Você seria capaz de atravessar esta ponte suspensa? (foto de capa) Inaugurada em 2011, ela tem cerca de 300 metros de altura em alguns pontos. Algumas das áreas da ponte são feitas em vidro, para que os turistas possam visualizar a vegetação e o rio Capilano que passa por baixo desta construção.

Grutas Gomantong (Malásia)

Se você é daquelas pessoas que tem pavor de morcegos, é melhor não visitar este lugar. Para além destes animais, estas grutas são ainda frequentadas por uma espécie de aves da região durante a noite. As fezes destes pássaros servem de alimento para besouros ou baratas, por isso, é muito comum encontrar estes insetos durante a visita.

Rota Half Dome Cable no Parque Nacional de Yosemite (EUA)

Os visitantes que percorrerem este trajeto de cerca de 24 quilômetros, poderão contemplar paisagens incríveis do vale de Yosemite e de High Sierra. Situado no estado norte-americano da Califórnia, este percurso é delineado por dois cabos de metal. Eles ajudam os mais corajosos a subir os últimos cem metros até ao topo.

Caixões suspensos (Filipinas)

Situado em Sagada, este é um dos lugares mais assustadores do mundo. Os Igotors são uma tribo indígena com costumes funerários únicos. Nesta tribo, os mortos são enterrados em caixões que são amarrados ou pregados em penhascos. Esta é uma tradição com mais de dois mil anos, associada à crença de que colocar os cadáveres mais acima os aproxima dos seus espíritos ancestrais.

Conheça outros destinos turísticos pelo Brasil e pelo mundo.

Caminho de Hua Shan (China)

Este caminho no Monte Hua é – provavelmente – um dos trajetos mais aterrorizantes do mundo. São poucos os que se atrevem a percorrê-lo. Com tábuas velhas e frágeis, os trilhos íngremes nas rochas já levaram a inúmeros acidentes fatais no passado.

Ilha das Bonecas (México)

Conhecida como Isla de las Muñecas (Ilha das Bonecas, em português), este lugar também faz parte do top dos lugares mais assustadores do mundo. De acordo com a publicação The Active Times, esta ilha é dedicada à alma perdida de uma menina que morreu em circunstâncias estranhas. Situada na região sul da Cidade do México, esta pequena ilha acolhe centenas de bonecos com membros decepados ou cabeças decapitadas. Segundo uma lenda local, as bonecas sussurram e movem os seus braços e cabeças.

North Yungas Road (Bolívia)

Conhecido como ‘Estrada da Morte’, este caminho sinuoso localizado na América do Sul é um dos mais perigosos do mundo. De acordo com as estatísticas, cerca de 200 pessoas morrem anualmente nesta estrada rural que liga os Andes à Amazônia. Para além do pavimento acidentado, também a neblina comum na região, que não permite que os condutores tenham visibilidade, contribui para a falta de segurança deste caminho.

Floresta Aokigahara (Japão)

Conhecida como a ‘Floresta Suicida’, situa-se na parte de baixo do Monte Fuji e é – provavelmente – a floresta mais assombrada do planeta. De acordo com a National Geographic, houve um período em que as autoridades encontraram 36 corpos em 37 dias. O povo japonês acredita que as almas deixam os corpos e depois trabalham arduamente para prender outras pessoas na floresta.

Ilha das Cobras (Brasil)

Localizado a cerca de 40 quilômetros do litoral de São Paulo, este local – também conhecido como a Ilha da Queimada Grande – é o lar de algumas das espécies de cobras mais venenosas do mundo. A marinha brasileira expulsou todos os civis da ilha.

Capela dos Ossos (Portugal) 

Este é um dos monumentos mais conhecidos de Évora, no Alentejo. Quando esta capela estava sendo construída, entre 1460 e 1510, os cemitérios existentes na cidade estavam lotados. Por isso, os restos mortais tiveram que ser exumados para criar mais espaço. Nesta altura, os monges encarregados pela construção pensaram criar uma capela com osso e crânios, que serviam para decoração das paredes, colunas, arcos e cúpulas.

Caminhada no Monte Titlis (Suíça)

Situada ao lado do Monte Titlis, esta ponte suspensa – uma das mais altas de toda a Europa – apresenta vistas de cortar a respiração, mas só os mais corajosos terão coragem de fazer a travessia.

Via Ferrata (Itália/Áustria)

Se tem um espírito aventureiro, este é sem dúvida um local a visitar, pelo menos, uma vez na vida. Há alguns séculos atrás, as pessoas usavam escadas para atravessar este percurso. Atualmente, os aventureiros usam cordas, cabos de aço, pontes suspensas e caminhos de madeira, para fazer a travessia da Via Ferrata (que significa ‘Rua de Ferro’, em português).

Fonte: Embarque na viagem

Deixe uma resposta