Início Casas de Shows O museu mais doce do mundo chega ao Brasil

O museu mais doce do mundo chega ao Brasil

121
0
COMPARTILHAR

Entrar em uma piscina de marshmallows ou um donut gigante. Pular numa grande batedeira e acompanhar uma esteira de cookies saindo do forno, tudo em um grande labirinto cor-de-rosa: isso já fez parte de seus sonhos? O museu mais doce do mundo está chegando no Brasil para proporcionar essas experiências.

Depois de fazer sucesso em Lisboa, com o nome de The Sweet Art Museum (foram três meses de lotação esgotada), a colorida e irreverente exposição terá sua primeira edição brasileira em São Paulo, de 20 de junho a 18 de agosto. Em setembro, segue para o Rio de Janeiro.

Com o tema “Diga Sim à Felicidade!”, o museu convida o público a vivenciar os 15 ambientes-instalações de uma casa de dois andares no Jardim América. O local é repleto de doces em grande escala, como se o mundo fosse feito de confeitos.

“É um espaço paralelo à realidade, uma chamada a momentos únicos de diversão e felicidade. As experiências remetem ao imaginário de brincadeira e de gostosura que todo mundo traz da infância consigo. Quem nunca pensou em entrar em um lugar cheio de doces?”, diz Carla Santos, idealizadora do museu.

Digital e Instagramável

O espaço não é para comilança, mas para diversões. “Não é um museu de doces, e sim um museu doce”, complementa.

A cenografia pensada nos mínimos detalhes não deixa dúvida sobre a intenção. Com novidades em relação à edição portuguesa, as instalações foram planejadas para despertar as memórias afetivas por meio das cores, cheiros, tatos e gostos. Para quem ama comer doces, haverá momentos de degustação.

Tudo foi pensado para ser o espaço mais instagramável, doce e feliz do país. “Todas as experiências podem ser filmadas e fotografadas. Os cenários são muito divertidos e o público pode compartilhar suas brincadeiras com quem quiser”, destaca Luzia Canepa, diretora da empresa Aúna, que traz o projeto para o Brasil. “É impossível não sair de lá feliz”, provoca.

No decorrer da experiência, além de doces, os visitantes serão surpreendidos com conteúdos de realidade aumentada via o aplicativo do museu.

O visitante compra o ingresso com a hora marcada. O roteiro, de uma hora de duração, será feito em grupos de até 20 pessoas.

A venda ocorre antecipadamente pelo site Eventim, mas também poderá ser realizada na bilheteria do local. Os ingressos estarão disponíveis para venda no sábado, 1º de junho.

A cada ingresso vendido, o museu doará R$ 0,50 para a instituição Renovatio. A instituição ajuda crianças e adolescentes a enxergar melhor o mundo, promovendo exames de vista e doação de óculos de grau. A ideia é que, com a doação do museu mais doce do mundo, sejam atendidas pelo menos 400 pessoas.

O museu mais doce do mundo conta com a parceria de grandes marcas, como Bauducco, Leite Moça, Itubaína, Multiplan e Perfumaria Puig.

Leia também Festival Circos chega à 5ª edição no SESC São Paulo

 

Deixe uma resposta