Início Cultural Nova York no inverno é cheia de atrações

Nova York no inverno é cheia de atrações

248
0
COMPARTILHAR

A NYC & Company, órgão oficial de promoção do destino Nova York, convida os moradores da cidade e os viajantes a explorarem o inverno e suas atrações nos cinco distritos, já que a nova estação está prestes a começar no hemisfério norte.

Nova York no inverno é cheia de atrações

“A cidade de Nova York é irresistível 365 dias por ano. Mas as visitas no inverno oferecem experiências incríveis para quem gosta de patinação, para os amantes das artes e para os ligados em novas tendências”, afirma Fred Dixon, presidente e CEO do órgão.

Com filas menores em atrações e museus, tarifas de hotéis mais baixas e boas ofertas em teatros e restaurantes, janeiro e fevereiro são dois dos meses mais atraentes para explorar os cinco distritos. Veja a seguir algumas dicas de passeios no inverno em Nova York.

Patinação no gelo

Nova York no inverno é cheia de atrações
Pier 17
  • O Pier 17, em Seaport District, é o local onde fica a única pista de patinação da cidade instalada em um terraço. Entre as atrações do local, estão as belas vistas da ponte do Brooklyn e de Lower Manhattan.
  • No TWA Hotel, requintado adendo ao Terminal 5 do aeroporto JFK (Queens), os hóspedes podem se divertir com o ‘Runway Rink”, localizado na pista asfaltada perto do Connie, um avião Lockheed Constellation de 1958 que foi convertido em um bar de drinques.
  • O The Rink at Rockefeller Center já está aberto para a temporada 2019/2020. Ele oferece aos visitantes uma experiência de patinação icônica e próxima à clássica árvore natalina.
  • A Bank of America Winter Village, no Bryant Park, conta com a única pista de patinação gratuita da cidade. Além de várias atrações como opções de compras, comidas e bebidas.
  • No Central Park, Wollman e Lasker Rinks estão de volta mais uma vez neste ano com várias opções de aulas e atividades gratuitas de patinação. Tudo isso com vistas estonteantes do parque e da paisagem urbana.
  • No Prospect Park, o LeFrak Center at Lakeside (Brooklyn) oferece a opção de patinar em pistas cobertas e abertas, para quem preferir estar ao ar livre.
  • A cada inverno, o Conrad New York Downtown apresenta o “Conrad Skate with the Greats”. No evento, os hóspedes têm a chance de praticar com ex-patinadores no Brookfield Place (essa atividade está inclusa na estadia do hotel).

Passeio de trenó

  • Para aqueles que querem dar uma volta de trenó em Nova York, vale a pena ir a um dos seus parques famosos: o Central Park, com o Pilgrim Hill; o Inwood Hill Park, com suas trilhas no Upper West Side; o Riverside Park, às margens do rio Hudson; e o Prospect Park, no Brooklyn.

Aconchego ao estilo nova-iorquino

Nova York no inverno é cheia de atrações
Hotel Arlo SoHo
  • De dezembro a março, o hotel Arlo SoHo vai dar as boas-vindas ao inverno com o “Après Arlo”. É um espaço montado em seus jardins, que contará com cabanas de cedro aquecidas, mobília aconchegante e um menu de coquetéis sofisticados, assinados pelo bar A.L.B.
  • No Península New York, o terraço da ala oeste do Salon de Ning Rooftop Bar and Terrace foi transformado no Chalet de Ning – uma cúpula intimista instalada no 23º andar que conta com fogueiras nas chaminés para aquecer os visitantes. Além de mobília com inspiração nórdica que orna com a estética acolhedora. Funciona até abril de 2020.
Nova York no inverno é cheia de atrações
Chalé do Ning, no The Península Hotel
  • Chalet de Ning, no Peninsula New York: espaço aconchegante vai funcionar até abril de 2020.
  • The Hoxton, em Williamsburg, comemora a estação com o ‘Winter Hideaways’. São três casas de vidro erguidas no jardim da propriedade, com decoração da estação e capacidade para receber um público de até 12 pessoas.
  • No Lodge by STK Rooftop, na região de Meatpacking District, o visitante pode tomar uma dose do Rockies em um dos restaurantes de carnes mais proeminentes de Manhattan. Entre as atrações do local, está o conforto do bar que tem janelas imensas, com extensão do chão ao teto.
  • O 230 Fifth, bem como seu iglu aquecido no terraço, é um local popular para ‘residentes’ e visitantes com diversas opções de chocolate quente, cidra e café. Tudo isso bem pertinho do Empire State Building.
  • Ainda na região do Empire State Building, o terraço de vidro com teto retrátil do Refinery Hotel permite com que você se aqueça perto da fogueira sem perder nenhum detalhe da cidade, que fica de pano de fundo.

Ambientes diversos

Nova York no inverno é cheia de atrações
A biblioteca do Sheraton New York Times Square
  • O Library Bar, no Sheraton New York Times Square, e o Southgate Bar & Restaurant, no JW Marriott Essex House, são indicados para quem deseja se aquecer junto à lareira, com uma bebida em mãos.
  • O The Royalton New York e o Lowell Hotel oferecem lareiras com lenha aromatizada. No cardápio, várias opções de drinques e pratos selecionados que podem ser entregues nos respectivos quartos.
  • No Black Mountain Wine House (Boerum Hill, Brooklyn), o público se sentirá como se estivesse em um ambiente com montanhas. Uma das atrações é o wine-bar que foi criado para ter ares do interior.
  • No The Bronx Brewery, em Port Morris, o visitante tem a oportunidade de provar uma autêntica cerveja no Winter Lodge – um quintal com ares de inverno que recebe eventos especiais ao longo do ano.

Novidades na cena cultural

Museum of Modern Art
  • Um novo Museum of Modern Art (MoMA) abriu as portas em outubro. Seu espaço está um terço maior, com novas coleções e as obras já existentes apresentadas de maneira inédita.
  • Fotografiska, uma organização fotográfica com sede em Estocolmo, vai inaugurar um espaço neste inverno em um prédio do Flatiron District. A novidade é o cardápio assinado por Stephen Starr, um bar e uma área para eventos.
  • Com abertura neste inverno, o Jackie Robinson Museum, próximo do Soho, vai comemorar a vida e o legado do primeiro jogador afro-americano da MLB (Major League Baseball), contando com duas galerias com exposições temporárias e um teatro com 75 assentos.

Para os amantes de chocolate

Slice of Brooklyn Chocolate Tour percorre quatro lojas de chocolate
  • Inaugurada em 1923, a Li-Lac Chocolates é a mais longeva casa de chocolates de Manhattan, oferecendo doces em um estilo único. Originalmente, fora da região de Greenwich Village, a Li-Lac hoje conta com seis operações espalhadas pela cidade – uma delas fica em Hudson Yards.
  • O Slice of Brooklyn Chocolate Tour é o único passeio de ônibus de Nova York que adota o chocolate como tema. Percorra quatro das lojas de chocolate mais conhecidas do Brooklyn: Jacques Torres, The Chocolate Room, Raaka Chocolate e Li-Lac Chocolates. Ao mesmo tempo, os visitantes ainda conhecerão bairros como Red Hook, Cobble Hill, Industry City e Gowanus.
  • Serendipity 3, em Midtown East, é um restaurante (e loja) que ficou conhecido pelo inovador frozen de chocolate de quente.
  • Depois que a British Cocoa abriu no ano passado sua primeira unidade nos EUA, localizada perto do Grand Central Terminal (Lexington com a 44th Street), o Hotel Chocolat vai abrir a segunda unidade em Nova York, em Columbus Circle, em breve. O público pode aguardar uma seleção premium de guloseimas. Assim como um menu com chocolates quentes, cafés e sorvetes, entre outras atrações gastronômicas.

Hora de ir às compras

Empire Outlets
  • Neste ano, a Nordstrom abriu uma flagship feminina em Columbus Circle. Ela fica exatamente do outro lado da rua da loja masculina, inaugurada em 2018. Entre outras atrações, os clientes contarão com sete espaços de varejo e gastronomia.
  • O Empire Outlets de St. George (Staten Island) oferece marcas como Nike, Nordstrom Rack, American Eagle, H&M e Brooks Brothers. O centro de compras é de fácil acesso, basta utilizar o Staten Island Ferry – sistema gratuito de barco.
  • Na última primavera norte-americana, o Hudson Yards passou a contar com uma unidade da loja de departamento Neiman Marcus (a primeira em Nova York), além de 100 marcas e 25 opções gastronômicas. O destaque fica por conta de nomes como David Chang e José Andrés.

Espetáculos da Broadway

Freestyle Love Supreme
  • Freestyle Love Supreme, o show de improvisação de hip hop apresentado por Lin-Manuel Miranda, que teve início no outono norte-americano, foi prorrogado até meados de janeiro.
  • A comédia romântica Slave Play tem causado muito burburinho desde sua estreia em 2018. Ela completará 13 meses em cartaz ao final de janeiro.
  • Jagged Little Pill, a adaptação para os palcos do álbum de Alanis Morissette de 1995, já foi um sucesso off-Broadway e agora se encontra no Broadhurst Theatre.
  • The Inheritance, um espetáculo “importado” do West End, dividido em duas partes e abordando diversas gerações de ativistas gays, teve início em novembro e vai até março de 2020.
  • Neste mês, o West Side Story, uma das histórias de amor mais famosas na Broadway. Está de volta para um revival que fica em cartaz até 6 de setembro de 2020.

Tour com treino em Manhattan 

Central Park
  • O Fit Tours combina atividades físicas com turismo, contando com passeios únicos como o Central Park 5K e o 5K Core Tour, ambos disponíveis em janeiro e fevereiro (não esqueça de ir vestido com sua roupa de ginástica mais quente).

Hora do jogo

New York Knicks
  • Times icônicos como os Knicks, Nets, Rangers e Islanders são pura animação, pois no inverno estão no meio das competições da temporada.
  • O Pro Bull Riders (PBR) tem início nesta estação no Madison Square Garden pelo 13º ano consecutivo. Vai de 3 a 5 de janeiro.

Experimente o NYC Winter Outing

  • Durante o NYC Winter OutingSM, uma campanha organizada pela NYC & Company e realizada de 21 de janeiro a 9 de fevereiro, o público desfrutará de menus com preços fixos para almoço e jantar e promoções de 2 ingressos pelo preço de 1 durante eventos como NYC Restaurant Week®, NYC Broadway WeekSM e NYC Must-See WeekSM, todos com duração de três semanas.
Leia também Dez novidades nos cartões postais de Nova York

Deixe uma resposta