Início Artigos Montanhas capixabas saem na frente na retomada do turismo no estado

Montanhas capixabas saem na frente na retomada do turismo no estado

263
0
COMPARTILHAR

É urgente e necessária esta retomada, mesmo que com os devidos cuidados, seguindo alguns protocolos importantes que, talvez, muitos de nós não estamos atentos.

Verdade é também que muitas ações de alguns governos não foram corretas, muitos destes dirigentes, mais preocupados em fazer politicagem, se preocuparam mais com o isolamento social do que com os atendimentos devidos aos que realmente precisaram dos cuidados.

Montanhas capixabas saem na frente na retomada do turismo capixaba
Fotos externas de Eustáquio Palhares

Nós, que trabalhamos no segmento do turismo, temos otimismo de que o setor será um dos mais importantes na retomada da economia brasileira, mesmo porque dentro da cadeia produtiva do turismo há uma enormidade de atividades profissionais e econômicas que com seu crescimento puxarão outras atividades.

Na visão do empresário Valdeir Nunes, o “China”, idealizador, construtor e administrador do Hotel Fazenda China Park, e Presidente do Montanhas Convention Bureau, o setor de turismo, em especial nas montanhas capixabas, vai muito bem.

Valdeir Nunes, o China

“Eu já dizia isso desde o início da pandemia, que nossas montanhas iriam sair na frente, pois estamos em vantagem em relação a outras regiões do Espírito Santo e até mesmo do Brasil. Pensem comigo, temos uma rede hoteleira que não deixa a desejar aos demais hotéis de ponta em outros destinos no Brasil. No Espírito Santo temos os melhores equipamentos hoteleiros,  belezas naturais, gastronomia de qualidade, agroturismo, que é o berço desta atividade no país, e estamos num raio de menos de uma hora de determinadas praias, e da capital e de outras cidades da Grande Vitória, a pouco mais de uma hora. Se observarmos e compararmos a outros destinos semelhantes no Brasil, não precisamos de tanta gente para encher nossos hotéis, pousadas e restaurantes. Assim ajudaremos a puxar a economia capixaba mais rápido do que muitos imaginam”, afirma China.

Com uma rede hoteleira de menor porte (não menos qualificada), como outros destinos semelhantes: Gramado, Canela e Campos do Jordão, as montanhas capixabas deverão sofrer menos impacto, pois não precisa que uma multidão se desloque para lá. Poucas centenas já enchem os hotéis, pousadas, restaurantes e propriedades rurais, e assim isso já vem provocando uma positiva recuperação econômica para o setor.

Apoio do Poder Público

Para o empresário Gustavo Guimarães, que é Presidente da ABIH (Associação Brasileira da Indústria de Hotéis), a retomada da economia capixaba poderia ser mais ágil se o poder público tivesse mais ação em favor do setor.

“Devemos pensar que o setor de turismo contribui com quase 10% do PIB no Espírito Santo. É muita coisa e isso, por enquanto, sem uma contrapartida do setor público. Numa pesquisa feita com um portal de reservas de nível nacional, 20 cidades destinos são apontadas e nenhuma do Espírito Santo aparece. Isso porque não há investimento na promoção do turismo para que resulte dessa forma em um maior conhecimento do turista pelo destino capixaba, e isso é muito sério, assim levaremos muito mais tempo que o necessário para a recuperação”, ressalta Gustavo Guimarães, que é hoteleiro em Guarapari e dirigente da entidade que compõe a categoria do turismo no Espírito Santo.

Hotel Fazenda China Park

Montanhas capixabas saem na frente na retomada do turismo capixaba

O maior e mais completo equipamento hoteleiro do Espírito Santo está nas montanhas e com um enorme complexo de lazer e entretenimento, tais como teleférico, trenzinho (que leva a fazendinha), pedalinho, pesque pague, parque aquático externo com toboáguas, centro termal com piscinas grandes, ofurôs e sauna, cinema e uma qualificada equipe de recreadores que faz a alegria das crianças. Tudo isso num espaço bem aberto com mais de 200 mil metros quadrados de área livre e verde de encher os olhos dos frequentadores.

Suas suítes de luxo são disputadas pelos casais em lua de mel, além dos variados tipos de chalés com ou sem banheiras de hidromassagem.

Montanhas capixabas saem na frente na retomada do turismo capixaba

Artigo de Itamar Gurgel, jornalista e Presidente da Abrajet-ES
Leia também Painel na ABAV destaca as medidas que o turismo brasileiro vem implementando na retomada

 

Deixe uma resposta