Início Entidades de Classe Frente Parlamentar e associações do setor de turismo e eventos reúnem mais...

Frente Parlamentar e associações do setor de turismo e eventos reúnem mais de mil pessoas no plenário da Câmara dos Deputados em defesa do PERSE

43
0
COMPARTILHAR

A Frente Parlamentar Mista da Hotelaria Brasileira (FPhotel) reuniu na manhã do dia 27 de março mais de mil empresários entre hoteleiros e representantes de entidades de classe e sindicatos laborais de todo o Brasil para participarem da Comissão Geral no Plenário da Câmara dos Deputados em defesa do Programa Emergencial de Recuperação do Setor de Eventos (PERSE).

Frente Parlamentar e associações do setor de turismo e eventos reúnem mais de mil pessoas no plenário da Câmara dos Deputados em defesa do PERSE

Com a presença de mais de 200 parlamentares, a finalidade da comissão é debater os impactos para os setores de turismo, hotéis e eventos da publicação da medida provisória 1202/2023 que determina a extinção do programa. A MP provocou movimentações nos setores afetados que apresentaram argumentações para propor assim um acordo junto ao Governo Federal e ao Congresso.

Com fortes discursos sobre a importância da manutenção do Perse que foi aprovado no Congresso Nacional, entre eles, destacou-se a manifestação do deputado federal Gilson Daniel, líder da Frente Parlamentar Mista da Hotelaria. “No dia de hoje, os parlamentares fizeram história na luta pelo turismo e pela manutenção do Perse”, afirmou ele. Destacou-se também o presidente da Comissão de Turismo, Paulo Litro, que reforçou que uma das principais pautas na comissão envolve o programa, devido ao seu grande impacto econômico.

Um dos protagonistas do evento e muito aplaudido em seu discurso histórico que homenageou vários pontos turísticos do Brasil, Manoel Linhares, presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis – ABIH Nacional, também reforçou a importância do programa para o setor de hotelaria.

Os presidentes do Sindepat, FOHB, Unedestinos, Hi Hostel e Abmoteis também fizeram discursos fortes em defesa do PERSE, apontando que a proposta do Governo sobre o lucro real afeta mais de 98% das empresas do setor de turismo.

A sessão na Câmara dos Deputados teve como principal objetivo afirmar a importância do programa para as empresas de turismo, demonstrar portanto o desacordo do setor com a medida, além de ressaltar os danos que ela pode trazer para diversos segmentos.

O Perse foi aprovado em maio de 2021 e desempenhou um papel crucial na recuperação de empresas do setor de turismo, viagens e eventos, segmentos que somam 6,5 milhões de postos de trabalho e representam 8,1% do PIB nacional. Apenas em 2023, geraram mais de 234 mil novos empregos, aumentando assim a arrecadação do governo federal em mais de 20 bilhões de reais.

Durante o evento, os deputados defenderam a manutenção das empresas do Lucro Real e do Perse sem mudanças, destacando que ele é crucial para a recuperação de diversos segmentos econômicos, incluindo o hoteleiro, parques, eventos, agenciamento, assim como, os destinos. Sua existência está sob ameaça e é necessária uma união de forças para dessa forma garantir sua continuidade.

Leia também FPhotel celebra as 84 emendas apresentadas em defesa do PERSE e agradece os esforços dos parlamentares