Início Assistência de Viagem Destinos internacionais para viajar sem gastar muito

Destinos internacionais para viajar sem gastar muito

951
0
COMPARTILHAR

O mês de agosto é perfeito para tirar aquelas férias com a família ou com os amigos. Segundo um levantamento da Câmbio Store, a procura por moedas estrangeiras cresce com o aumento de viajantes. Mas uma preocupação constante sempre é: como não extrapolar nos gastos. A seguir, separamos algumas opções de destinos internacionais para viajar sem gastar muito.

Punta del Este – Uruguai

Uruguai está entre os destinos internacionais mais procurados
Escultura de Las Manos em Punta del Este

Escolher qualquer região da América do Sul para passar as férias é uma ótima pedida. Os preços nessa época do ano costumam ser mais baixos por conta do frio em alguns países.

Punta del Este é desses destinos internacionais que possui tudo o que há de melhor para se aproveitar em uma viagem. São cassinos, praias, parques e belos cartões postais, como a escultura de “Las Manos” enterrada na areia. E tudo isso, com preços convidativos.

Milão – Itália

Milão está entre os destinos internacionais mais procurados
Catedral de Milão, na Itália

A cidade da moda é perfeita para viajar em julho. Nesta época é quente lá, por esse motivo, várias lojas oferecem promoções bastante atraentes.

Para os amantes de cultura, Milão é dos destinos internacionais mais recheado de opções. Entre elas, a famosa Catedral de Milão, localizada na praça central da cidade.

A única desvantagem em ir para lá em julho é a superlotação da cidade. Mas isso você corre o risco de encontrar em diversos destinos, afinal, é época de férias.

A moeda oficial da Itália é o Euro. Por isso, levar dólar ou cartão pré-pago internacional pode sair mais barato em algumas ocasiões.

Nova Iorque – Estados Unidos

Nova Iorque também aparece entre os destinos internacionais mais visados
Centro urbano de Nova Iorque

A cidade é uma opção para quem curte passeios e badalação. Movimentada o ano todo, Nova Iorque possui diversão para todos os gostos.

Os pontos turísticos mais frequentados pelos turistas são o Central Park e a Estátua da Liberdade, também vale um passeio pelo Time Square para realizar compras.

Levar o cartão de crédito ou pré-pago é vantajoso em alguns casos, mas é preciso tomar alguns cuidados, use o cartão de crédito somente para gastos essenciais, pois a alta cotação da moeda e taxas de juros pode fazer ela custar caro. O melhor dos cenários é levar algo em espécie.

Bariloche – Argentina

As montanhas em Bariloche

Para os amantes de frio e neve, Bariloche é um dos melhores destinos internacionais. Em meados de julho e agosto a temperatura chega a menos de zero nos altos cerros da cidade, onde está a maior concentração de gelo e a melhor vista também.

Bariloche oferece atividades para toda a família, tanto para aqueles que buscam aventuras no gelo ou para quem quer apreciar a natureza, pois é possível visitar parques e montanhas. A moeda oficial do destino é o peso argentino.

Ela é mais vantajosa que o dólar americano, pois a variação da moeda chega a 70%, de acordo com o ranking VET do Banco Central.

Cidade do México – México

Praça da Constituição na Cidade do México

Passar as férias de julho na Cidade do México é uma oportunidade de aproveitar o que a cidade tem de melhor. Por ser localizada no hemisfério norte, o calendário de estações é oposto ao Brasil. Sendo assim, é verão no destino.

Alguns dos pontos turísticos mais procurados da região são o Zócalo e o Bosque Chapultepec, vale também fazer um passeio por toda a Avenida Paseo de la Reforma e provar da culinária local mexicana.

O Peso Mexicano é a moeda oficial da Cidade do México, mas levar dólar em espécie e cartão pré-pago internacional pode fazer a viagem sair mais em conta.

Santiago – Chile

A torre Costanera Center em Santiago

E mais uma sugestão de destino na América do Sul para quem quer curtir a neve. Vale muito a pena visitar Santiago no mês de julho.

O destino oferece diversas opções de lazer para os amantes do frio. Mesmo no centro da cidade  – local que não neva, tem programas ligados ao inverno. Do local, é possível ver as montanhas branquinhas ao redor e até realizar passeios onde tem neve.

Se deseja uma vista panorâmica da cidade, basta ir ao edifício Sky Costanera. Ele  possui 300 metros de altura e possibilita uma ótima visão dos principais pontos turísticos.

A variedade de pratos típicos de inverno disponíveis na região também é uma vantagem de ir a Santiago no inverno. Aproveite para provar a deliciosa Cazuela, sopa de legumes com pedaços de cordeiro.

Para viagens a destinos internacionais é fundamental planejamento

Segundo José Marques, CEO e fundador da plataforma Câmbio Store, os países da América do Sul são perfeitos para quem não quer pagar caro na viagem. A razão é simples: pois as taxas de câmbio são menores.

“Cerca de 35% do volume de viagens por ano para destinos internacionais, principalmente na região, estão concentrados nesses 3 meses, segundo nosso levantamento”, afirmou o CEO da Câmbio Store

Para o especialista, vale muito mais a pena se planejar com antecedência, comprar moeda de forma fracionada, acompanhar a cotação em sites de pesquisa e pensar em utilizar o cartão de crédito somente em casos de urgência, do que escolher um destino qualquer só para não pagar caro.

Leia também Montevidéu tem boas opções de passeios no frio

Deixe uma resposta