Início Especial Covid-19 Compartilhar espaços comerciais pode ser a saída

Compartilhar espaços comerciais pode ser a saída

248
0
COMPARTILHAR

Compartilhar o espaço comercial pode ser uma boa saída para os empresários em tempos de crise. Além de ajudar a reduzir drasticamente os custos da empresa, poder lucrar disponibilizando o local eventualmente ocioso para profissionais liberais ou autônomos, é uma boa saída para não se endividar e conseguir reduzir os gastos.

A startup Dooplace facilitou esse processo disponibilizando uma plataforma on-line, onde os proprietários de salões de beleza, clínicas, consultórios ou salas comerciais podem cadastrar um espaço, uma bancada ou um escritório completo que pode ser utilizado por outras pessoas dispostas a pagar por hora, dia, semana ou mês.

Everson Gauer, diretor comercial da Dooplace explica que as vantagens de compartilhar são inúmeras. “O profissional que precisa trabalhar, considerando um cenário de crise, poderá ter dificuldades em alugar ou construir seu próprio negócio. Assim, compartilhando, ele não precisa fazer um investimento que pode levar anos para recuperar. Pode alugar apenas quando tem agenda, se isentando de todos os custos, como condomínio, água, luz, funcionários, evitando prejuízos financeiros”.

Todo o procedimento é feito on-line, tanto para quem quer cadastrar o imóvel, quanto para quem quer reservar. “O proprietário do imóvel não precisa se preocupar com inadimplência, já que recebe antecipado, e nem com eventual seguro, pois toda a operação é garantida pela plataforma através de um fundo garantidor”, explica Gauer.

A plataforma possui espaços para todas as atividades comerciais, desde odontologia, até psicologia, medicina, direito, entre outras. Para quem busca, basta acessar o site, escolher o local mais adequado para a atividade, na região que desejar e no período que pretende reservar. Sem precisar comprovar renda ou necessidade de fiador, o pagamento é feito na própria plataforma, por meio de cartão de crédito ou boleto.

Outro fator que chama a atenção durante o período em que estamos vivendo, é que a Dooplace zerou as taxas por três meses. “Em épocas de crise, o profissional precisa começar a trabalhar imediatamente, sem se preocupar com os custos fixos de um espaço. A locação por curtos períodos e o compartilhamento são uma tendência mundial. Ninguém mais quer ficar amarrado com longos contratos, nem o locador, nem o locatário”.

Leia também Confira dicas para os empreendedores durante a pandemia

Deixe uma resposta