Início Fornecedores Câmara LGBT lança Programa Fornecedores Diversos

Câmara LGBT lança Programa Fornecedores Diversos

205
0
COMPARTILHAR

A Câmara de Comércio e Turismo LGBT do Brasil lançou o Programa Fornecedores Diversos. Suas práticas são embasadas em iniciativas internacionais já implantadas há anos por Câmaras LGBTs de outros países com as quais a entidade tem acordo de cooperação. A Câmara é a única entidade qualificada para promover esse tipo de projeto no Brasil.

Com inscrições gratuitas, o Programa Fornecedores Diversos tem como missão promover a diversidade na cadeia de suprimentos. Isso acontece através de uma política afirmativa de fomento para micros, pequenas e médias empresas com capital societário LGBT+ acima de 51%.

Com este programa, que já existe de forma consolidada no âmbito internacional para empresas majoritariamente em nome de LGBTI+ e nacionalmente para empresas comandadas na sua maioria por mulheres, negros, indígenas, quilombolas e portadores de deficiência, a entidade visa construir um banco de dados de empreendedores com capital societário formado, em sua maioria, por pessoas LGBT+ para que acessem aos programas de diversidade e inclusão na cadeia de valor de grandes empresas.

Como Funciona o Programa Fornecedores Diversos

No Programa Fornecedores Diversos, as empresas credenciadas com capital societário LGBTI+ vão ter acesso a contatos com representantes corporativos e profissionais para começar a construir relacionamentos estratégicos. Além de terem oportunidade de novos negócios, mercados e oportunidades de parceria.

Ao entrar no site do Programa Fornecedores Diversos, é preciso preencher um cadastro para a emissão do documento de credenciação. Após sua análise, o empreendimento estará legitimado a participar de projetos e programas destinados a fornecedores LGBTI+.

Com isso, estará disponível no banco de dados para que grandes corporações tenham acesso a este fornecedor. Esse documento emitido pela Câmara LGBT é que legitima as empresas para que sejam aceitas pelas grandes corporações como empresas LGBT.

Na atualidade brasileira, a política afirmativa contempla empresas formadas por mulheres, índios, negros, quilombolas e PCDs (pessoas com deficiência) na maioria de capital societário. No entanto, faltava no país o cadastro de empresas que tivesse maioria dos sócios LGBTI+.

Sendo assim, por ser um cadastro rápido e gratuito, esse banco de dados estará disponível a grandes corporações que são associadas e/ou que se associarem. E que queiram trabalhar com esses fornecedores. O Programa Fornecedores Diversos visa estimular relacionamentos estratégicos e a construção de negócios.

Existe um trabalho sendo desenvolvido por empresas dos mais variados segmentos que já trabalham com a diversidade na cadeia de suprimentos. Algumas têm programas de mentoria, capacitação e até de suporte financeiro. Tudo como o objetivo de contribuir com o crescimento de empreendimentos comandados por grupos que se enquadram nestes projetos. É a diversidade e inclusão chegando na cadeia de valor com o propósito de impulsionar e dar oportunidades para pequenos negócios através da prestação de serviço e venda de produtos para grandes empresas.

Clique aqui e confira todos os detalhes do Programa Fornecedores Diversos

Impacto do Programa Fornecedores Diversos pelo mundo

A National LGBT Chamber of Commerce (NGLCC) dos Estados Unidos, a pioneira no assunto, atesta o impacto e as vantagens para as empresas em nomes de LGBTI+ que se registram. Mas destaca também os benefícios obtidos pelas grandes corporações que atuam como compradores.

A NGLCC já cadastrou quase 2.000 empresas de propriedade de LGBTI+ nos Estados Unidos. Elas são acessadas por mais de 300 companhias, além de governos estaduais e locais que reconhecem o documento emitido pela entidade e que legitima a empresa como eminentemente comandada por empresários LGBTI+.

O Programa Fornecedores Diversos da Câmara LGBT segue o modelo de sucesso da entidade americana que conta com a divisão internacional, NGLCC Global, responsável por capacitar e incentivar as afiliadas globais a desenvolverem seus próprios programas de registro e certificação de negócios LGBT, com base no modelo comprovado e seguindo padrões e procedimentos já estabelecidos e aprovados.

Para Justin Nelson, presidente e co-fundador da NGLCC, é de suma importância apoiar o trabalho das afiliadas globais no desenvolvimento de seus próprios programas de negócios LGBTI+, que na maioria das vezes, inicia seus programas com o autoregistro, como o Programa de Provedores Diversos da Câmara LGBT do Brasil.

Já para Gisele Trovello – Líder de Diversidade de Fornecedores para América Latina da Corteva AgriscienceTM: “Na Corteva, estamos comprometidos com a aceleração e o desenvolvimento do setor agropecuário. E a diversidade, inclusão e equidade que são pilares para o crescimento sólido e contínuo de qualquer área de negócio. Trabalhamos em ações afirmativas para promover mudanças dentro e fora da organização. Sempre com definição de metas para orientar nossas atividades”, comentou Gisele Trovello.

“Na cadeia de suprimentos mobilizamos nossas equipes para estimular a inclusão de fornecedores da diversidade. No Brasil, trabalhamos com o Integrare e a WEConnect International. São entidades que atuam para aproximar grandes organizações de micro e pequenas empresas pertencentes a grupos de diversidade, como Afrodescendentes, PCDs, povos indígenas e mulheres. A Câmara LGBT Brasil agora entra para este time. Isso nos ajudará com a inclusão das empresas do grupo LGBTI+. Com iniciativas como esta, esperamos avançar em nossa meta global de destinar, até 2030, 25% dos nossos gastos com fornecedores pertencentes a grupos da diversidade”, completou.

Inscreva-se gratuitamente aqui
Leia outras informações e notícias sobre o turismo LGBT

Deixe uma resposta