Início Cultural Amantes de arte têm muitas opções em Miami

Amantes de arte têm muitas opções em Miami

282
0
COMPARTILHAR

Muito além de praias e compras, Miami é também um paraíso para os amantes da arte, com museus com obras de artistas renomados, outros dedicados à novos formatos trazidos pela tecnologia, arte de rua em centros urbanos e até a aclamada feira internacional Art Basel Miami Beach. Para você que faz parte do grupos do amantes de arte, confira algumas maneiras de sentir o lado artístico da “Cidade Mágica”.

Participar da Art Basel, em Miami Beach

Quando chega dezembro, toda a cidade de Miami volta sua atenção para a Art Basel Miami Beach. Realizada no repaginado Centro de Convenções Miami Beach, o evento reúne as principais galerias da América do Norte, América Latina, Europa, Ásia e África, abrangendo estilos da arte moderna e contemporânea, em formato de pinturas, esculturas, instalações, fotografias, filmes e mais.

Mas não para por aí. Indiscutivelmente um dos principais eventos anuais da cidade, a semana centrada na arte cresceu e se tornou um festival de exposições, festas, eventos em restaurantes, leilões e desfiles de moda que atraem atenção de A-Listers do mundo todo.

Serviço: de 5 a 8 de dezembro. Ingressos a partir de US$65.

Visitar o Pérez Art Museum Miami (PAMM)

Localizado no Museum Park, no centro, o Pérez Art Museum Miami (PAMM) é um museu de arte moderna e contemporânea dedicado a exibir arte internacional dos séculos XX e XXI.

Lá estão trabalhos de artistas americanos como John Baldesserri, mas seu acervo é notável principalmente por obras de artistas estrangeiros. Entre eles: Diego Rivera, Olafur Eliasson e Joaquín Torres Garcia.

Localizado no Museum Park, os amantes de arte ainda podem desfrutar de um jantar à beira-mar no restaurante Verde; comprar livros de arte exclusivos, móveis e itens artesanais na loja de presentes do museu; apreciar as vistas espetaculares da Baía de Biscayne e apreciar os elaborados jardins suspensos.

Serviço: Aberto todos os dias exceto às quartas-feiras. Ingressos custam U$16; estudantes e idosos pagam U$12.

Tirar fotos descoladas em Wynwood

O bairro colorido e artístico de Wynwood tornou-se um refúgio para aspirantes a pintores, grafiteiros, criativos e jovens inovadores em Miami. E, claro, destino certo para os amantes de arte.

O lugar fica poucos minutos do centro, perto de Midtown e do Miami Design District. O bairro próspero gira em torno das cores dos Wynwood Walls: uma coleção de muros gigantes, criados a partir de antigos galpões sem janelas e transformados em enormes telas para artistas famosos de todo o mundo mostrarem seu talento.

O melhor dia para visitar é no segundo sábado de cada mês, durante o Wynwood Art Walk. Este evento transforma todo o Wynwood Arts District em uma festa de rua. Há festival de artes, food trucks, música ao vivo e galerias abertas até tarde.

Ter uma imersão cultural no The Wolfsonian

Localizado no coração do distrito Art Deco de South Beach, o The Wolfsonian possui um museu, biblioteca e centro de pesquisa que analisa o poder da arte e como ela afeta o mundo moderno hoje.

Seu acervo possui 120 mil itens em exibição, todos datados de 1885 a 1945. O complexo possui uma impressionante coleção de artes decorativas, americanas e europeias, além de exposições fascinantes que abrangem desde pôsteres de propaganda a elementos de design moderno.

Serviço: Aberto todos os dias exceto às quartas-feiras.; Ingressos custam Us$12; condições especiais para idosos, estudantes e crianças.

Vivenciar o futuro na ARTECHOUSE

Procurando por um Inovador espaço de arte digital dedicado a artistas e público do século XXI? ARTECHOUSE é uma galeria digital americana e a primeira do tipo dedicada a mostrar e produzir obras experimentais e tecnológicas de artistas precursores da nova era nas artes e na tecnologia.

Sua missão é inspirar, educar e capacitar a criação de novas formas de arte experimentais. Com obras interativas e imersivas, as exposições do museu conectam a ciência às artes e estimula o interesse pelas possibilidades ilimitadas que a tecnologia e a criatividade oferecem.

Serviço: Aberto diariamente; Ingressos custam US$24, condições especiais para idosos e crianças.

Voltar no tempo no The Bass

Em Miami Beach, fundado em 1963, o Bass Museum of Art abriga obras renascentistas e barrocas pertencentes aos colecionadores de arte John e Johanna Bass, além do Lindemann Family Creativity Center, uma ala especial do local que hospeda o IDEA@thebass, projeto com programação especial de aulas de arte e oficinas.

Serviço: Aberto de quarta a domingo; Ingressos a partir de US$15; condições especiais para idosos e crianças.

Se perder pelos jardins do Vizcaya Gardens

Em Coconut Grove, ao sul do centro de Miami, a vila em estilo renascentista italiano Vizcaya Museums & Gardens é uma residência de conto de fadas que abre suas portas a todos turistas plebeus.

Construída para o industrial James Deering em 1916, a mansão está repleta de móveis, tapeçarias, pinturas e artes decorativas dos séculos XV ao XIX.

Os poéticos jardins à beira-mar (incluindo um jardim secreto), em frente à Baía de Biscayne, estão repletos de belas fontes, esculturas, piscinas elegantes, um encantador mirante, canais correndo por toda parte e muitas trilhas.

Quase 200 mil pessoas visitam Vizcaya a cada ano, incluindo figuras públicas mundiais como o presidente Reagan, o papa João Paulo II, a rainha Elizabeth da Inglaterra e o rei Juan Carlos I e a rainha Sofia da Espanha.

Serviço: Aberto todos os dias exceto às terças-feiras, das 9h30 às 16h30. Ingressos custam US$22, com condições especiais para idosos, estudantes, crianças e portadores de necessidades especiais.

Leia também Destinos para sair do comum nos Estados Unidos

Deixe uma resposta