Início Ecoturismo, Aventura e Esporte A natureza exuberante do Parque Nacional da Serra da Canastra

A natureza exuberante do Parque Nacional da Serra da Canastra

418
0
COMPARTILHAR

O Parque Nacional da Serra da Canastra abriga a maravilhosa nascente do Rio São Francisco e sua cachoeira majestosa, a Casca D’Anta. Outra cachoeira que merece destaque é a do Cerradão.

Criado em 1972, o parque tem 200 mil hectares de área protegida. Ele abriga além da nascente do Rio São Francisco, outros monumentos da história da região e grande biodiversidade de flora e fauna do Cerrado brasileiro.

Distante 325 quilômetros de Belo Horizonte, aos pés da imponente Serra da Canastra, está São Roque de Minas. É dessa pequena cidade de onde saem as estradas para os quatro acessos ao Parque Nacional da Serra da Canastra.

Depois de 8 quilômetros de estrada de chão, em uma subida digna de um carro 4×4, chega-se à portaria 1 do parque. A entrada dá acesso a 40 quilômetros de belas paisagens, com campos de delicadas flores do Cerrado brasileiro. No local, vivem protegidas espécies como tamanduá-bandeira, lobo-guará e tatu-canastra, ameaçados de extinção.

A nascente histórica do Rio São Francisco fica no Parque da Serra da Canastra

A natureza exuberante do Parque Nacional da Serra da Canastra

O Rio São Francisco é um dos principais do Brasil. Ele atravessa cinco estados com condições naturais muito diversas, além de fornecer energia pelas cinco usinas hidrelétricas. A sua nascente histórica fica a 1.200 metros de altitude, visita indispensável para quem está na região.

Quando se trata de um rio com as dimensões do Velho Chico, definir sua nascente não é tarefa simples. Há tempos se considerava que era localizada na Canastra. Porém, após estudos, identificou-se que a nascente real e geográfica está localizada no município de Medeiros, também em Minas Gerais, a quase 60 quilômetros de São Roque. Assim, considera-se a do parque a nascente histórica.

Localizada a 6 quilômetros da portaria 1 do parque, após uma subida, chega-se a uma placa indicativa na estrada. Dali, há uma trilha curtinha demarcada que leva até uma pedra indicando o lugar de nascimento do Velho Chico, cujas as águas percorrerão quase 3 mil quilômetros até o mar. A mesma trilha de pedras até a nascente leva a uma estátua em homenagem a São Francisco.

 A majestosa cachoeira Casta D’anta

A natureza exuberante do Parque Nacional da Serra da Canastra

A Cachoeira Casca D’Anta é a primeira queda do Rio São Francisco, com 186 metros. Pela sua beleza e imponência, destacada no paredão de pedras, é a principal atração da região. Ela pode ser vista de baixo ou pela parte de cima, ambos cenários dignos de cartão-postal.

A parte alta é acessada 20 quilômetros depois da portaria 1 do parque. A estrada de chão está em estado bem precário, por isso é aconselhável ir de veículos tracionados.

Um cânion é formado pelo Rio São Francisco para descer a serra, com uma sequência de cascatas e piscinas naturais, algumas acessíveis para banho.

Um mirante com desnível de superior a 300 metros apresenta a bela vista panorâmica da região. Do local, é possível ver parte da queda principal da Casca D’Anta e o imenso poço formado abaixo.

Outro ângulo para admirar a cachoeira é pela parte baixa. Saindo de Vargem Bonita, são mais 22 quilômetros de boa estrada de chão até a portaria 4 do parque. No local, há um receptivo com estacionamento.

Após a entrada, é necessário caminhar cerca de 15 minutos por meio da mata até um mirante. É bom ter cuidado com as pedras escorregadias pela constante umidade da cachoeira. Após contemplar a queda, é convidativo um banho refrescante nas suas águas cristalinas.

Reserva natural da Cachoeira do Cerradão

A Cachoeira do Cerradão é uma das mais altas da Serra da Canastra, com 3 lances totalizando 202 metros de queda. A propriedade privada onde ela se localiza tem 60 hectares e foi transformada em Reserva Particular do Patrimônio Natural pelo IBAMA em agosto de 2001. É a segunda atração mais visitada da região.

Cachoeira do Capão Forro

A Cachoeira do Capão Forro é uma das mais procuradas na Canastra, devido a sua proximidade de São Roque de Minas (apenas 4,5 quilômetros) e facilidade de acesso (via estrada à portaria 1 do parque, que está em boas condições e com sinalização adequada), ideal para quem tem pouco tempo disponível na região.

Gruta do Tesouro

A Gruta do Tesouro está localizada em uma fazenda a 16 km de São Roque de Minas, próximo ao distrito de Sobradinho. Ela  possui nos salões, um rio subterrâneo e uma pequena cachoeira interna. A visitação à gruta demora cerca de 2 horas e é monitorada pela família proprietária da área.

Leia também Na Serra da Canastra, nascente do São Francisco atrai visitantes o ano inteiro

 

Deixe uma resposta