Início Imagem Destaque 40% dos viajantes desejam conhecer o espaço

40% dos viajantes desejam conhecer o espaço

314
0
COMPARTILHAR

O dia 20 de julho de 2019 marca o 50º aniversário da chegada da Apollo 11 à Lua. Tantos anos depois desse momento histórico, 40% dos viajantes do mundo inteiro ainda sonham com a chance de seguir os passos de Neil Armstrong e se dizem animados com a possibilidade de viajar para o espaço no futuro.

É o que revela uma pesquisa da Booking. O mesmo levantamento aponta que, no Brasil, cerca de 41% dos turistas também estão ansiosos por uma voltinha no espaço.

Enquanto a viagem para a Lua ainda não está disponível para quem não é um astronauta, a Booking recomenda sete destinos internacionais para observar as estrelas e se sentir no espaço.

Sutherland, África do Sul

Sutherland abriga o maior telescópio óptico do hemisfério sul. É o local perfeito para observar o espaço à noite. O SALT (Grande Telescópio Sul Africano), localizado no Observatório Astronômico Sul Africano – Estação de Observação de Sutherland, registra as estrelas, galáxias e quasares distantes, um bilhão de vezes mais apagados do que aqueles que podem ser vistos a olho nu.

O observatório também oferece passeios noturnos para o intrépido astrofísico que espera dar uma espiadinha no cosmos.

Onde se hospedar

Localizada em Sutherland, a Skitterland Guesthouse é o lugar perfeito para descansar após observar o espaço.

A pousada tem localização excelente para quem for visitar o observatório na região. Ela oferece cobertores elétricos para manter você aquecido após o passeio noturno. Durante o dia, você poderá se divertir em uma piscina ao ar livre, enquanto espera as estrelas surgirem no céu.

Àger, Espanha

Àger tem céu mais claro da Catalunha. Por isso, é o destino ideal para quem deseja se maravilhar com a beleza do céu à noite.

O local foi declarado um Destino Turístico Starlight pela UNESCO. Suas vilas usam lâmpadas de sódio e LED com cor de âmbar para minimizar a poluição luminosa.

Onde se hospedar

O Parc Astronòmic Montsec fica a uma curta distância de carro de Àger. E um pouquinho mais para frente da La Caseta del Montsec, fazendo dela o lugar ideal para a sua próxima viagem para observar o espaço. Esta propriedade independente está localizada nas montanhas, com vistas de tirar o fôlego também à luz do dia.

Fort Davis, EUA

Localizado a mais de 1.500 metros acima do nível do mar, Fort Davis tem uma clara vantagem em relação ao restante do Texas para observar estrelas, devido à sua altitude.

Sua paisagem única torna este destino deslumbrante durante o dia e à noite. Um dos principais centros para pesquisa, ensino e educação pública do mundo está localizado no topo do Mount Locke: o McDonald Observatory, uma unidade de pesquisa da Universidade do Texas, em Austin.

O McDonald Observatory realiza regularmente as Festas das Estrelas (Star Parties). Elas permitem que os viajantes façam passeios noturnos para observar as constelações e vejam objetos celestiais com o uso de diversos telescópios.

Onde se hospedar

Cheio de personalidade e charme, o Hotel Limpia oferece diversos quartos e suítes para quem deseja visitar o observatório. Com outra vantagem: fica a apenas meia hora de carro de Fort Davis.

A região também é ótima para fazer trilhas. É também um ponto bastante procurado pelas pessoas que visitam o sítio histórico Fort Davis National Heritage e o Chihuahuan Desert Research Centre.

Falstone, Reino Unido

Conhecido como um destino com o céu escuro, o parque Northumberland International Dark Sky é um ótimo local para observar o espaço. O The Stell, instalação arquitetônica localizada perto da vila de Falstone, está no coração do parque.

O que à primeira vista pode parecer um aprisco de ovelhas é na verdade um lugar para sentar. Perfeito para os visitantes levarem seus cobertores, garrafas térmicas e binóculos e observarem o céu estrelado.

O céu de Northumberland também permite ver a Aurora Boreal, o que normalmente só aconteceria em uma viagem para a Noruega, Islândia ou para o Círculo Polar Ártico.

Onde se hospedar

Não muito longe do The Stell, o Falstone Farmhouse and Barns dispõe de uma acomodação independente, projetada individualmente, em um belo cenário.

Os apartamentos e celeiros têm toques tradicionais, como vigas de madeira e lareiras abertas. Além do benefício de entrega de mantimentos. Perfeito para preparar seu chocolate quente ao voltar da expedição em busca das estrelas!

Coonabarabran, Austrália

Conhecida como a capital de astronomia da Austrália, Coonabarabran, em Warrambungle Shire, abriga o Siding Spring. Ele é o primeiro observatório óptico e infravermelho do país.

A uma curta distância de carro das Montanhas Warrumbungle, ele tem diversos telescópios. Incluindo o famoso Telescópio Anglo-Australiano de 3,9 metros.

Uma vez ao ano, ele também recebe a StarFest. O evento é composto de uma série de eventos com palestras e momentos ao ar livre em um fim de semana prolongado de outubro.

Onde se hospedar

Com uma varanda apenas para observar as estrelas, o Barkala Farmstay, em Coonabarabran, oferece a oportunidade perfeita para que os hóspedes curtam observar as estrelas no famoso céu da região, além de uma hospedagem tranquila em uma acomodação rústica, com piscina ao ar livre e churrasqueira, cercada de florestas e abrigos para cavalos.

Cabo Polonio, Uruguai

Reconhecido localmente como o lar de hippies e pescadores, Cabo Polonio também é conhecido por ter o céu mais escuro e as estrelas mais brilhantes do litoral uruguaio. Embora a vila tenha crescido e ofereça lojas, hostels e restaurantes, ela ainda continua não usando a rede elétrica convencional.

Algumas residências mais sofisticadas possuem eletricidade alimentada por energia solar. Muitas casas são iluminadas à luz de velas, geralmente produzidas nas lojas locais. Ou seja, a poluição luminosa na região é particularmente baixa e ótima para observar as estrelas.

Onde se hospedar

Apesar da localização rústica, o hostel Narakan tem recepção 24 horas. Oferece também conveniência, ótimas comodidades, além de um restaurante no local.

A propriedade fica localizada na praia, ou seja, alguns dos dormitórios compartilhados têm vista para o mar. Os observadores de estrelas podem ouvir as ondas quebrando enquanto estiverem na cama, após uma noite na praia admirando o cosmos.

Wadi Rum, Jordânia

Identificado como um dos destinos em potencial para 2019, Wadi Rum, também conhecido como Vale da Lua, atrai fãs do cosmos do mundo todo.

Bem no coração do deserto da Jordânia, Wadi Rum proporciona aos visitantes o impressionante contraste das dunas douradas e luminosas durante o dia com o brilho das estrelas à noite.

Onde se hospedar

O Wadi Rum Sky Tours and Camp dispõe de acomodações na área tranquila e protegida do deserto. Longe da vila e de outros acampamentos. Essa tranquilidade oferece o cenário ideal para observar estrelas. Tudo o que você precisa fazer é sair do acampamento em estilo beduíno.

O local oferece uma área compartilhada acolhedora. Nela, os hóspedes podem curtir um copo de chá beduíno tradicional ou uma deliciosa refeição caseira.

Leia também Booking apresenta novos tipos de hospedagem

Deixe uma resposta