Início Aviação Venda de assentos torna táxi-aéreo mais acessível

Venda de assentos torna táxi-aéreo mais acessível

361
0
COMPARTILHAR

Com a redução da malha aérea para voos comerciais em todo Brasil, a aviação executiva se tornou uma importante ferramenta de mobilidade, além de uma opção segura de transporte por se tratar de voos com número reduzido de passageiros e embarque e desembarque direto, evitando assim, aglomerações. Visando esses aspectos, as empresas que ofertam serviços de táxi-aéreo ganharam mais um atrativo: a venda de assentos individuais nas aeronaves.

Na Líder Aviação, a oferta de compartilhamento de assentos começará a partir da segunda quinzena de setembro. Ela será feita por meio do aplicativo da empresa e, em seguida, no próprio site. As plataformas permitem com que o usuário faça toda a contratação do voo em um único ambiente. Desde a cotação, bem como o pagamento do fretamento via cartão de crédito ou boleto bancário.

“Essa medida, que já vinha sendo pleiteada pela nossa empresa junto à Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), vai oferecer valores atrativos e beneficiar muito o cliente que precisa, frequentemente, da mobilidade e da segurança que só a aviação executiva proporciona”, comemora a diretora superintendente de Manutenção, Fretamento e Gerenciamento de aeronaves da Líder Aviação, Bruna Assumpção Strambi.

Como irá funcionar?

A princípio será possível contratar apenas os assentos em voos com dias e horários pré-determinados. Mas, de acordo com Bruna Assumpção, estudos e análises estão em andamento na empresa para verificar a possibilidade da realização de voos com rotas pré-definidas para que, assim, possam ser comercializados assentos.

Há ainda uma outra funcionalidade para os usuários que contratarem um voo via aplicativo. “Agora, ao fechar um voo de táxi-aéreo, o cliente terá a opção de comercializar os assentos disponíveis para outras pessoas. Uma oportunidade de diluir o custo da contratação”, explica Bruna.

Empty Leg

Outra opção da Líder Aviação para vendas de assentos – também por meio dos seus canais digitais –  será por meio das Emptys Legs (pernas vazias), que é quando uma aeronave realiza um trecho vazia, sem passageiros, com data definida e um quadro de horário já estabelecido.

“Antes, esses voos já contavam com um preço mais atrativo. Eles chegavam a ser até 40% mais baratos do que o valor original de uma contratação de fretamento. Com a oferta de assentos, os usuários terão uma ótima oportunidade de experiência na aviação executiva, principalmente aqueles com viagem de última hora”, pondera Bruna Assumpção.

A venda de assentos foi autorizada pela Diretoria Colegiada da ANAC no início de agosto e segue o previsto na Resolução nº 526/2019. As empresas de táxi-aéreo devem seguir os requisitos de segurança previstos pelo Regulamento Brasileiro de Aviação Civil nº 135 e nº 119. De acordo com a ANAC, a medida está alinhada às diversas decisões da Agência para continuidade da integração do país pelo transporte aéreo.

Leia mais sobre o setor de aviação no Brasil e no mundo

Deixe uma resposta