Início Cultural Tanabata Matsuri em São Paulo será digital e com drive-thru

Tanabata Matsuri em São Paulo será digital e com drive-thru

310
0
COMPARTILHAR

O Tanabata Matsuri – Festival das Estrelas – que acontece no Brasil há mais de quatro décadas, considerado o maior evento cultural japonês de rua do mundo, neste ano será digital. A programação acontecerá no dia 2 de agosto, com apresentações on-line das 14h às 18h.

E os tradicionais tanzakus para pedidos às estrelas também serão disponibilizados de maneira inusitada, através de drive-thru e recebimento presencial em dois pontos fixos no bairro da Liberdade, com atendimento de acordo com as medidas protetivas pelo combate à Covid-19.

“Diferentemente das últimas edições, neste ano teremos os bambus decorados em dois endereços. Na sede da ACAL, que fica na avenida Liberdade. E no local onde realizaremos a cerimônia e queima dos tanzakus ao final do mês de agosto, na rua Galvão Bueno”, comenta Hirofumi Ikesaki, presidente da Associação Cultural e Assistencial da Liberdade (ACAL).

“Os visitantes poderão fixar seus desejos obedecendo a distância mínima necessária para o distanciamento social. O limite de pessoas simultâneas no mesmo espaço será controlado para evitar aglomerações, e o acesso só será permitido utilizando máscara”, explica Ikesaki.

Os tanzakus são pequenos pedaços de papel em cores e simbologias diferentes: verde – Esperança; branco – Paz; vermelho – Gratidão; azul – Proteção e Saúde; rosa – Amor, e amarelo – Dinheiro e Prosperidade.

Neles, as pessoas escrevem seus desejos para serem enviados às estrelas Vega e Altair. Segundo a lenda japonesa, elas ficam em lados opostos na galáxia e se encontram somente nesta época do ano.

Em 2019, durante o Tanabata Matsuri em São Paulo, passaram pelo festival mais de 200 mil pessoas no final de semana de programação cultural. Já os tanzakus ultrapassaram 60 mil unidades.

Mas neste ano, por conta da pandemia global do coronavírus, o evento precisou ser reestruturado para manter a atração de 2020 no Brasil.

No país, o Festival das Estrelas é realizado desde 1979 pela Associação Cultural e Assistencial da Liberdade (ACAL), na Praça da Liberdade-Japão, na capital paulista. Já no Japão, acontece em várias cidades, mas o de Miyagui é o mais tradicional. As festividades realizadas em agosto para aproveitar as férias de verão das escolas. A história do festival teve início há mais de 1.150 anos na Corte Imperial, e a data tornou-se feriado nacional em 1603.

“Apesar de não podermos seguir a tradição de décadas com a decoração nas ruas do bairro e na Praça da Liberdade-Japão, onde sempre realizamos a festividade, não poderíamos passar este ano sem celebrar e proporcionar o ritual de fé às pessoas”, ressalta o presidente da ACAL, Ikesaki.

Segundo a lenda japonesa, o Tanabata Matsuri – Festival das Estrelas, celebra a história de amor de Orihime, filha de um poderoso deus do reino celestial, que certo dia, diante de seu tear, viu passar um rapaz conduzindo um boi e por ele se apaixonou. O pai consentiu o casamento dos dois jovens.

Casados e totalmente dominados pela paixão, ambos se descuidaram de seus afazeres normais e o pai, indignado, ordenou que eles vivessem separados, um de cada lado da Via Láctea, mas permitiria que o casal se reencontrasse apenas uma vez ao ano, no sétimo dia do sétimo mês, se cumprissem a ordem do pai: atender aos pedidos vindos da Terra.

tanabata-matsuri-em-sao-paulo-sera-digital-e-com-drive-thru

Este fenômeno astronômico deu origem à lenda, acreditando-se também que as demais estrelas e corpos celestes do céu, como cometas e estrelas cadentes, formem nesta época uma ponte na Via Láctea, chamada de Ama-no-Gawa, “Rio Celestial”, possibilitando que os apaixonados possam atravessar a galáxia para se reencontrarem.

Ao final do Tanabata Matsuri, os desejos em papéis são queimados com o propósito de que os pedidos cheguem aos céus para que as estrelas Altair e Vega, segundo a lenda, possam realizar os pedidos. “Temos muitos exemplos de pessoas que todo ano nos contam que realizaram seus pedidos”, acrescenta Ikesaki.

Os tanzakus podem ser adquiridos e efetuados online, através de WhatsApp e redes sociais da ACAL, e também serão disponibilizados nos locais a partir do dia 2 de agosto, podendo ser pendurados nos bambus até a cerimônia no final do mês, visando evitar aglomerações no domingo do evento.

Tanabata Matsuri – Festival das Estrelas

Data: 2 de agosto de 2020

Endereços (Tanzakus)

Drive-thru – entrada pela rua Fagundes, 153 e saída pela Rua Galvão Bueno, 425

Presencial – sede da ACAL na avenida Liberdade, 365

Leia outras matérias sobre o setor de eventos

 

Deixe uma resposta