Início Agências de Viagem e TMCs Passeios num fim de semana no Rio de Janeiro

Passeios num fim de semana no Rio de Janeiro

284
0
COMPARTILHAR

O Rio de Janeiro continua lindo, com atrações para quem passa meses, dias ou apenas horas na cidade. Para saber quais são os passeios imperdíveis, consultamos a agência de viagens on-line ViajaNet. Seus profissionais listaram cinco dicas de passeios para aproveitar algumas maravilhas gastando pouco na cidade do Rio de Janeiro.

Antes de falar das principais atrações da cidade, eles fazem dois comentários que ajudam a economizar na viagem. O mês com mais opções de passagens econômicas para o Rio de Janeiro é novembro e o melhor dia da semana para viajar com economia é na terça-feira.

Praias

Do Leme ao Pontal – e além desses limites –, O Rio de Janeiro tem faixas de areia para todos os gostos, desde as mais badaladas e famosas até às mais discretas e desertas.

A opção mais evidente para os turistas é Copacabana, uma das mais famosas do Planeta. Na vizinhança oposta, estão as praias do Arpoador e de Ipanema.

Na Zona Oeste, destacam-se a Praia do Pepê, no início da Barra da Tijuca, frequentada pelo público da geração saúde e praticantes de esportes radicais, em razão de seu mar forte. Outros destaques são Prainha e Grumari. A 36 Km de Ipanema, suas areias brancas e águas cristalinas garantem muita diversão.

Pão de Açúcar e Cristo Redentor

Podem ser clichês, mas visitar o Pão de Açúcar e o Cristo Redentor são programas obrigatórios. O passeio é feito em duas partes.

Na primeira, o visitante vai de bondinho até o Morro da Urca. De lá, parte-se para o Pão de Açúcar, de onde avistará toda a Zona Sul carioca. Tirar uma foto ruim é impossível!

Já o passeio ao Cristo Redentor tem atrativos desde o início, especialmente se o turista optar por ir de trem até o cume do Morro do Corcovado, onde está a estátua que é uma das sete novas maravilhas do mundo. Com seus 30 metros de altura, recebe a todos de braços abertos.

Lagoa Rodrigo de Freitas

Na região mais nobre da cidade, a Lagoa Rodrigo de Freitas tem uma ciclovia que a contorna por inteiro, passando pelos bairros de Ipanema, Leblon, Gávea, Jardim Botânico, Fonte da Saudade e Lagoa.

Além da vista de tirar o fôlego, uma volta na Lagoa oferece uma grande quantidade de opções para o turista, que pode alugar uma bicicleta ou um quadriciclo.

Também é possível fazer um passeio de pedalinho para apreciar a vista para o Cristo Redentor e para o Morro Dois Irmãos, ou simplesmente encarar a boa e velha caminhada.

Jardim Botânico e Parque Lage

Muito perto da Lagoa estão dois locais que não podem ser dispensados. Criado pela família imperial portuguesa e aberto à visitação pública há quase 200 anos, o Jardim Botânico é uma das mais bem preservadas e belas áreas verdes de toda a cidade.

Sua parte mais famosa são as Palmeiras Imperiais, enfileiradas logo na entrada. Mas o local também abriga o Lago da Vitória-Régia e o Orquidário, além de muitas trilhas. Programa ótimo para quem viaja em família.

A poucas quadras está o Parque Lage. Em sua parte externa, há uma floresta, jardins em estilo europeu e muitas trilhas. Outra atração é um chafariz, localizado diante de um belo casarão, que é a principal atração, onde funcionam uma escola de artes visuais e um restaurante. Tomar um café-da-manhã por lá é um dos melhores modos de começar o dia.

Vista Chinesa

A Vista Chinesa é, certamente, o mirante que oferece a vista mais espetacular da cidade. Localizado no alto do Parque Nacional da Tijuca, o acesso ao local não é fácil.

O percurso até pode ser feito por pedestres ou ciclistas mais dispostos, mas o ideal é ir até lá de carro por uma estrada íngreme.

Logo no início da subida, o viajante encontrará duas cachoeiras para se refrescar. A próxima parada será a própria Vista Chinesa. Chegando lá, basta curtir uma paisagem impressionante.

Leia também Rio é o destino preferido de turistas estrangeiros

Deixe uma resposta