Início Ecoturismo, Aventura e Esporte Parque das Aves é o primeiro zoológico brasileiro internacionalmente certificado

Parque das Aves é o primeiro zoológico brasileiro internacionalmente certificado

196
0
COMPARTILHAR

O Parque das Aves, em Foz do Iguaçu, se tornou o primeiro  zoológico do Brasil internacionalmente certificado. A confirmação foi oficializada durante o XXVI Congresso da Alpza (Associação Latinoamericana de Parques Zoológicos e Aquários). O evento foi realizado início de maio, no Chile.

O reconhecimento é uma das mais altas honrarias no setor. Ele se deve ao trabalho criterioso que o Parque das Aves tem com os cuidados e conservação de aves. Assim como o tratamento oferecido aos seus visitantes e colaboradores.

A certificação demonstra que ele é competente para realizar suas atividades com confiança. Isso garante ao visitante que a instituição atende os padrões atuais de excelência que um zoológico deve ter.

Esse trabalho vem se intensificando com a mudança de posicionamento do Parque das Aves, ocorrida a partir de 2016. Foi nesse ano que instituição decidiu focar seus esforços de conservação em espécies da Mata Atlântica.

Segundo a diretora técnica do Parque das Aves, Paloma Bosso, os processos de certificação (ou acreditação) são uma tendência mundial. E são um forma de destacar o trabalho realizado no parque.

A certificação reconhece as melhores práticas

Esse fator contempla os cuidados aos animais, aos visitantes e colaboradores, na parte de segurança e educação ambiental. E também ao ambiente, representado pelos critérios de sustentabilidade, conservação e educação ambiental.

“A acreditação nos permitiu uma avaliação criteriosa dos processos de trabalho, buscando a otimização de nossas ações. A expertise através dos modelos estabelecidos pela Associação, bem como dos inspetores que nos avaliam, permite uma visão externa que contribui ainda mais para o aprimoramento do trabalho que realizamos”, disse Paloma.

A diretora executiva da Alpza, Alexandra Guerra, acrescenta que a acreditação é o elemento mais importante para garantir ao público que uma instituição atenda ou exceda os padrões estabelecidos.

“Por meio desse processo, promovemos o reconhecimento profissional dos melhores zoológicos e aquários da América Latina. Dessa forma, indicamos que eles atendem aos padrões atuais do setor. E tudo é realizado através de uma avaliação imparcial que é feita periodicamente por colegas profissionais”, explicou Alexandra.

Segundo Alexandra: “O acreditado Alpza ajuda a distinguir instituições zoológicas que trabalham sob altos padrões nas áreas de segurança, bem-estar animal, educação, conservação e sustentabilidade. A Alpza orgulha-se e felicita o Parque das Aves pela obtenção deste reconhecimento”.

Processo para acreditação

Se tornar uma instituição com reconhecimento internacional exigiu do Parque das Aves uma série de ajustes e revisões nos processos de trabalho. Também houve a elaboração de documentos que normatizam as atividades realizadas na instituição. O objetivo foi atender os padrões de manejo e conservação estabelecidos e cumprir o Código de Ética da Alpza.

A primeira etapa do processo ocorreu em outubro de 2018, com o envio virtual de toda a documentação. Após revisá-los, uma equipe de três inspetores realizou uma visita técnica, em janeiro de 2019, para observar o trabalho feito no Parque da Aves.

O objetivo, na análise de Paloma Bosso, é ter uma avaliação imparcial e contínua à luz de padrões internacionais. A acreditação permite também aprender com outras instituições através da formação, participação e cooperação. O objetivo é implementar boas práticas e identificar possíveis áreas e condutas que requeiram melhorias.

“Hoje, vivenciamos um momento muito marcante em nossa história. Receber este reconhecimento internacional nos traz a certeza que estamos atendendo os mais altos padrões de bem-estar animal, conservação, educação ambiental, sustentabilidade e segurança, estabelecidos como referência internacional para zoológicos e aquários. Ainda assim, temos consciência que a melhora contínua é necessária para a manutenção destes padrões de excelência para nossos animais, visitantes e colaboradores”, disse Paloma.

Saiba mais sobre o Parque das Aves

Com 25 anos de atuação e 230 colaboradores, o Parque das Aves é a única instituição do mundo focada na conservação de aves da Mata Atlântica. Possui 16 hectares de mata restaurada, 1.400 aves de 140 espécies, com três viveiros de imersão e um borboletário.

O objetivo do Parque das Aves é atuar investindo significativamente para criar um impacto positivo para as aves da Mata Atlântica. Principalmente as 120 espécies e subespécies em risco de extinção. O Parque das Aves recebe 830 mil visitantes por ano, sendo o atrativo mais visitado de Foz do Iguaçu depois das Cataratas.

Leia também Reserva brasileira é tema de documentário internacional

Deixe uma resposta