Início Hotéis O que pode incentivar as viagens em dezembro?

O que pode incentivar as viagens em dezembro?

325
0
COMPARTILHAR

Com a expectativa de que o limite de 70% da ocupação já não exista na segunda quinzena de dezembro, o Grupo diRoma, que tem uma rede de hotéis, parque e aparelhos turísticos em Caldas Novas, espera um volume de público próximo ao de anos anteriores. Principalmente, para contratar os pacotes completos de 4 ou 7 diárias para passar Natal e Réveillon.

O que pode incentivar as viagens em dezembro

Atualmente, cumprindo o decreto que limita em 70% a ocupação nos meios para hospedagem, o destino goiano recebeu cerca de 80 mil turistas dia no feriado prolongado, em 12 de outubro.

“A expectativa é de crescimento. Pretendemos atender, na Ceia de Natal em torno de 1.800 pessoas. Na Ceia de Réveillon, a expectativa é de carca de 2.600 pessoas. Já na hospedagem pretendemos atingir a marca de 7 mil hóspedes no Natal e 12 mil no Réveillon”, afirma o superintendente do Grupo diRoma, Aparecido Sparapani.

Emplacar uma nova rotina de viagem para os turistas ainda esse ano está no radar de hotéis, pousadas e resorts nacionais. É certo que até dezembro todos os novos protocolos e medidas de prevenção ao coronavírus estejam naturalizados a ponto de não causar estranheza possíveis mudanças no serviço para Natal e Réveillon.

Segundo o superintendente do Grupo diRoma, “a estrutura formada por rede de hotéis com 12 unidades ativas para hospedagem na cidade permite cogitar migrar do modelo de três locais onde concentramos as ceias, para um serviço que aconteça totalmente dentro de cada hotel. Isso aumentará o controle do cumprimento das normas preventivas. Nossa larga experiência nessas confraternizações de final de ano, dá segurança para fazer diferente neste ano”. Por enquanto, tais mudanças não foram confirmadas pelo diRoma.

O que pode incentivar as viagens em dezembro

Nesse segundo semestre, com a retomada em processo, mais da metade das operadoras brasileiras vem desde agosto intensificando as vendas para novembro, dezembro e janeiro de 2021. O investimento é uma tentativa de reduzir o duro impacto dos meses de paralização.

Para o Grupo diRoma, a retomada de voos regulares para a cidade deve engajar mais os turistas. A projeção do grupo é que, pelo menos, 5% dos pacotes sejam negociados. Isso deve acontecer a partir da divulgação oficial [das companhias aéreas], nas próximas semanas.

O Grupo reconhece como essencial o papel que as operadoras de turismo estão desempenhando na retomada gradual do turismo. Nesses primeiros meses de reabertura, o segmento vem dando atenção especial ao grupo, levando o público da terceira idade em dias da semana. Para o final de ano, o foco será em atrair turistas para adquirir os pacotes de Natal e Réveillon. Tudo isso, contando com a facilidade dos voos diretos para a cidade.

“A Azul deve confirmar o retorno de voos partindo de Campinas e a Gol, de São Paulo. Com isso, prevemos um salto nas reservas e novas parcerias com as operadoras”, finaliza Sparapani.

Leia também Supera Turismo Brasil busca valorizar agente de viagens

Deixe uma resposta