Início Destaque Gilson Machado toma posse como ministro do Turismo

Gilson Machado toma posse como ministro do Turismo

457
0
COMPARTILHAR

Gilson Machado Neto foi empossado hoje, dia 17 de dezembro, como ministro do Turismo, em cerimônia no Palácio do Planalto, com a presença do presidente Jair Bolsonaro e da primeira dama Michele Bolsonaro, do ex-presidente da República, Fernando Collor, e diversos ministros do atual governo.

Estiveram presentes Paulo Guedes, ministro da Economia, General Braga Neto, da Casa Civil, Tarcísio Freitas, da Infraestrutura, André Mendonça, da Justiça, Marcos Pontes, da Ciência e Tecnologia, além das autoridades do setor de turismo, o presidente executivo da CNTUR (Confederação Nacional do Turismo) e do SINDRESBAR (Sindicato dos Restaurantes, Bares e Similares de São Paulo), Wilson Luiz Pinto, presidente da ABIH Nacional – Associação Brasileira da Indústria de Hotéis, Manoel Linhares, e o presidente da ABEAR – Associação Brasileira das Empresas Aéreas, Eduardo Sanovicz.

Gilson Machado Neto toma posse como ministro do Turismo

O novo titular da pasta era presidente da Embratur há pouco mais de 1 ano, onde se dedicou principalmente a divulgar os destinos brasileiros no exterior. Com a queda do turismo internacional devido à pandemia, a gestão de Gilson Machado passou a focar no turismo interno, principalmente nos destinos de ecoturismo, como uma das principais formas de apoiar a recuperação econômica do país. Para comandar a Embratur no seu lugar, foi nomeado Carlos Brito.

Gilson Machado iniciou sua fala ressaltando a disposição de trabalhar para que o turismo possa ser um dos principais motores do desenvolvimento do país, podendo ter a mesma importância que o agronegócio.

“Somos o país da América Latina que tem o maior potencial de crescimento e a maior velocidade na retomada. As companhias aéreas já mostram uma recuperação de 400% da malha aérea. Comparando com dezembro do ano passado, já estamos com 80% dos voos restabelecidos. Em Recife, o movimento já é maior que em 2019, com a ocupação subindo principalmente no Nordeste”, afirmou o novo ministro do Turismo.

O ex-titular da pasta Marcelo Álvaro Antônio também esteve presente na cerimônia de posse e destacou a parceria com Gilson Machado nas ações pelo turismo nacional. “Nossa gestão marcou a história do setor, obtivemos um crescimento acima do Produto Interno Bruto (PIB), gerando 163% mais empregos que em 2019”, destacou.

O ex-ministro ressaltou os investimentos em infraestrutura, setor fundamental para o desenvolvimento do turismo, e a presença de vários representantes do grupo denominado G20, que reúne as principais lideranças do trade turístico nacional.

Representando a hotelaria brasileira, Manoel Linhares, presidente da ABIH Nacional – Associação Brasileira da Indústria de Hotéis, umas das entidades que compõem o G20, grupo de trabalho que foi citado tanto por Marcelo Álvaro Antonio, como por Gilson Machado, comentou a importância da nomeação do novo ministro: “Já conhecemos o belo trabalho que o Gilson Machado vinha desenvolvendo na Embratur e temos certeza que poderemos contar com ele, como um parceiro, para estimular cada vez mais a atividade turística no país, nos ajudando a encaminhar antigos pleitos do setor”, afirmou Linhares.

Gilson Machado toma posse como ministro do Turismo
Wilson Luiz Pinto, presidente executivo da CNTUR, cumprimenta o novo ministro do Turismo, Gílson Machado

“Hoje é um dia importante para o turismo brasileiro. Percebermos a relevância que o setor tem nesse momento, pois temos aqui hoje, no evento de posse do Gilson Machado como ministro da pasta, a presença de diversos ministros e autoridades, além de outros representantes do turismo”, afirmou Wilson Luiz Pinto, presidente executivo da CNTUR (Confederação Nacional do Turismo) e do SINDRESBAR (Sindicato dos Restaurantes, Bares e Similares de São Paulo).

Durante o evento, o presidente Jair Bolsonaro também assinou decreto que libera 20 bilhões de reais para a compra de vacina contra Covid-19 pelo Ministério da Saúde e ressaltou que continuará trabalhando para incrementar os números do turismo brasileiro. “Faço aqui um apelo aos parlamentares para que possamos atualizar as leis relativas ao turismo. Precisamos modernizar a legislação para atrair mais investimentos para o país”, finalizou presidente.

Leia também entrevista exclusiva de Gílson Machado, então presidente da Embratur, para a Revista Marco Zero em janeiro de 2020

Deixe uma resposta