Início Eventos FCJ promove o maior evento sobre Inovação Corporativa do Brasil

FCJ promove o maior evento sobre Inovação Corporativa do Brasil

363
0
COMPARTILHAR

O Corporate Venture Summit, promovido pela maior rede de Venture Builder da América Latina, a FCJ, acontece de forma on-line nos dias 27 e 28 de novembro, para discutir o modelo, tendências e desafios da inovação corporativa.

A tecnologia sofre transformações a cada dia. Novos modelos de inovação são criados a todo momento com o objetivo de gerar transformações significativas para uma organização e, consequentemente, para a sociedade. E as startups são os geradores dessa inovação. Afinal, elas são capazes de criar  modelos de negócio inéditos e oferecer novas ou melhores propostas de valor às empresas.

Não é à toa que o modelo de Corporate Venture vem sendo um recurso utilizado cada vez mais por organizações que precisam investir. Para transformar processos internos ou para se manter no mercado. A relação empresa-startups cresce num ritmo acelerado e a tendência é que esse crescimento continue.

A proposta é criar um ambiente de debate e troca de ideias com profissionais que são referência no mercado. O resultado é um modelo diferente das tradicionais palestras expositivas.

Durante os intervalos dos painéis temáticos, serão apresentados pitchs de startups dos mais variados segmentos. Essa é uma oportunidade para as startups exporem suas iniciativas inovadoras. E, por outro lado, para os clientes terem acesso a elas.

Corporate Venture

Considerado uma forma de conectar empresas já estabelecidas a startups inovadoras, o Corporate Venture é uma maneira das organizações alavancarem a adoção de inovações.

Na América Latina, o Brasil segue como o líder dessas iniciativas, com 38% das operações. Os dados são de um estudo da IESE Insight, “Corporate venturing in Latin America: Illuminating a blind spot”.

Mesmo que grande parte dessas iniciativas esteja concentrada nos ramos de tecnologia da informação, financeiro, consultoria e telecomunicações, o Corporate Venture oferece espaço para crescimento em qualquer setor. Além disso, esse modelo não é exclusivo a empresas de grande porte, como aponta o referido estudo.

Dessa forma, os modelos de Corporate Venture agregam inovação, promovem uma nova visão da realidade mercadológica da organização e ainda aprimoram os setores de Pesquisa e Desenvolvimento por meio de estratégias e visão no curto, médio e longo prazo.

Mais do que nunca, é preciso que as organizações reformulem as suas concepções sobre inovação. Afinal, para inovar, não é preciso ir muito longe. E é com esse objetivo que nasce o Corporate Venture Summit.

Corporate Venture Summit

O Corporate Venture Summit é uma iniciativa do Grupo FCJ, que tem como objetivo levar para o mercado conteúdo abrangente sobre as iniciativas de Inovação Corporativa, abordando as principais alternativas, como aceleração, inovação aberta, Corporate Venture Capital e Corporate Venture Builder.

Trazendo mais de 50 profissionais como painelistas e palestrantes, durante o evento serão apresentados conteúdos e cases reais de sucesso. Devido à pandemia de coronavírus, o evento acontecerá via plataforma on-line nos dias 27 e 28 de novembro, das 9h às 20h e das 10h às 12h30, respectivamente.

No dia 27, com mediação de Lucas Veríssimo, artista empreendedor, o evento abordará diversas frentes de um ecossistema de inovação. Os primeiros painéis tratarão de Inovação Corporativa, Corporate Venture Builder e Corporate Venture Capital.

Em seguida, haverá uma rodada de apresentações sobre investimento-anjo. Os palestrantes serão Fred Albuquerque, CEO da FCJ Angels Network; Jorge Letra, idealizador e investidor da FCJ São Paulo, e demais convidados.

A última apresentação do período da manhã, será sobre Modelos Alternativos de Investimento com CrowdFunding, e as suas aplicações no ambiente de inovação.

Após o intervalo, o evento seguirá com painéis sobre Ecossistema de Inovação. Eles mostrarão os ecossistemas mundiais onde a FCJ tem presença, e abordarão outros temas, como o que é um Centro de Serviço Compartilhado.

Para falar do tema Inovação na Sustentabilidade, irá apresentar a iniciativa do ICLEI Innovation, que é uma parceria da Publicae e o ICLEI – Governos Locais pela Sustentabilidade, que é uma organização internacional de governos locais e regionais que se comprometeram com o desenvolvimento sustentável, contando com o apoio da Houer e FCJ.

Logo em seguida haverá painéis temáticos ligados a inovação
  • Agronegócios, conduzido pelo Leo Dias CEO do NovoAgro Ventures e convidados, o tema central será as Agtechs e o seus impactos no Agronegócio brasileiro.
  • Saúde – conduzido pelo Fábio Veras CEO da Saúde Ventures e convidados, o tema central será as HEALTH TECHS;
  • Varejo – Será conduzido pelo Emilio Parolini CEO da Varejo Ventures e Marcos Knosel CEO da Farma Ventures, o tema central será o impacto das Retail Techs no varejo nacional;
  • Energia – Será conduzido pelo Leandro Martins CEO da Energy Neste e convidados, o tema central será inovação no setor de energia.

Após os painéis temáticos, será apresentado um painel sobre o modelo de Franchise para Startups. Ele será conduzido pelo André Justino, CEO da StartupWin e convidados.

Deste de sua fundação, em 2013, a FCJ promove anualmente um encontro com os seus investidores, executivos, startups e convidados. Excepcionalmente, em 2020, por conta da pandemia, será feito on-line.

Desta forma, no dia 28, das 10h às 12h30, acontecerá o 7º Encontro Nacional de Investidores do Grupo FCJ, que tem como objetivo a apresentação dos resultados de 2020 de todas as iniciativas que compõem o grupo FCJ. E um plano visionário para 2021 e 2022.

Durante o evento, será lançada a plataforma Sholderlders. Ela tem como meta ser um ambiente de gestão à vista para os investidores, executivos e um big data de startups, automatizando o processo de desenvolvimento do portfólio de startups em tempo real, aplicando conceitos como OKR e Sprints, dentro conceito de builder, em vez de acelerar as startups.

Grupo FCJ em números

Produzir um evento dessa magnitude sobre inovação corporativa é algo que apenas uma rede robusta como a FCJ Venture Builder poderia proporcionar. Fundada em 2013, na cidade de Belo Horizonte, a organização vem validando seus modelos e crescendo exponencialmente, em âmbito nacional e internacional. Hoje, o Grupo é formado com 85 empreendimentos. Entre eles 18 Venture Builder, mais de 60 startups, 35 executivos, contanto com mais de 200 investidores.

Pioneira no ramo de Venture Builder, hoje a FCJ está presente em diversas regiões do Brasil: Bauru, São José dos Campos, São Paulo, Curitiba, Triângulo Mineiro e Rio de Janeiro. Internacionalmente, a FCJ marca presença no continente europeu, com a FCJ Europe e com a FCJ Finland. E, mais recentemente, nos Estados Unidos, com a FCJ America.

Com o licenciamento do modelo de Venture Builder da FCJ no formato B2C, B2B ou B2G, é possível fortalecer ecossistemas de startups, segmentos de mercado, grandes corporações e até mesmo o setor público. E isso só é possível porque a FCJ detém um sólido conhecimento de mercado de inovação, uma equipe altamente qualificada, em um modelo escalável com governança.

Além dos licenciamentos regionais e da expansão internacional, a FCJ, ao longo dos 7 anos de existência, também licenciou modelos validados de Corporate Venture Builder e Government Venture Builder. Além de ter lançado a primeira franquia de startups do Brasil, a StartupWin.

O Grupo FCJ também está em fase de lançamento da FCJ Invest, plataforma de investimentos alternativos – Crowdfunding, da FCJ Capital, um fundo de Venture Capital, e da FCJ Angels Network, que tem como objetivo o apoio para a criação de grupos de investidores-anjos.

Visualizando todas essas conquistas, é fácil perceber o motivo pelo qual o Grupo FCJ se tornou um grande nome no mercado de Venture Builders. Movimentando diversas frentes do ecossistema de inovação, desde a seleção criteriosa de startups, o desenvolvimento eficaz das soluções até o trabalho com investidores, a FCJ criou um HUB de conexão que alcança níveis internacionais.

Startups como condutoras da inovação

Inovação passou a ser um conceito muito presente nas corporações, mas que, nem sempre, é posto em prática de forma eficaz e objetiva. Mais do que promover mudanças sutis em processos organizacionais, é preciso transformar radicalmente — aqui, falamos no sentido da base organizacional, na raiz — os sistemas das empresas, para que seja possível alcançar o nível de inovação necessário à sobrevivência dessas organizações.

É nesse sentido que as soluções oferecidas pelo Grupo FCJ se encaixam. Elas proporcionam uma integração com o ecossistema de inovação — tanto empreendedores, startups, C-levels das organizações, investidores e os mais diversos ecossistemas brasileiros e/ou internacionais.

O Corporate Venture Summit é uma oportunidade de conhecer esse ecossistema gigante de inovação e compreender os passos necessários para transformar organizações em grandes geradores de inovação. Convidados de todos os segmentos fazem do evento a porta de entrada para transformações substanciais e insights, que podem levar cada organização a altos níveis de competitividade.

Acesso: Inscreva-se no evento gratuitamente!

Para mais informações, acessar: https://space.fcjventurebuilder.com/corporate-venture-summit/

Artigo de Luiz Henrique Miranda, diretor da Agência Amigo – Comunicação Integrada
Clique aqui e leia mais sobre eventos

 

Deixe uma resposta