Início Cultural Destinos internacionais para um intercâmbio diferente

Destinos internacionais para um intercâmbio diferente

215
0
COMPARTILHAR

Todo começo de ano é visto como época de planejamento pessoal e profissional. Que tal, então, investir nos dois de uma só vez? Uma palavra basta para uni-los: intercâmbio. Viajar e estudar junta todas as formas de crescimento e aprendizado. E, embora o estudo do inglês seja o preferido e mais procurado, existem outros idiomas para expandir seus horizontes.

A Trust Intercâmbio e Turismo dá dicas de destinos inusitados e, ao mesmo tempo, divertidos para um intercâmbio inesquecível. Veja a seguir algumas opções.

América do Sul

Treinar o espanhol, por exemplo, não exige um deslocamento tão grande. Aqui mesmo, em plena América do Sul, destinos como Argentina, Peru, Bolívia, Chile, Equador e Colômbia permitem que se exercite o idioma e ainda oferecem rico desfrute das culturas locais.

Dentre as modalidades de estudo, é possível escolher entre o programa de espanhol básico; o voluntariado, no qual há atuação em centros de refugiados, por exemplo; o intercâmbio com atividades, que incluem fotografia, futebol, culinária e mergulho e o curso profissional, mais voltado para pessoas já inseridas no mercado de trabalho e que precisam aprimorar a língua.

Entre as escolas de espanhol mais conceituadas da América do Sul, temos a Coined, uma das mais tradicionais instituições de ensino do mundo, com métodos modernos e aulas dinâmicas, adequadas para jovens e adultos.

A maior vantagem para os intercambistas é a isenção de visto para brasileiros em viagens de até 90 dias. Assim, é possível fazer seu curso e ainda “turistar” pelo país selecionado, adquirindo fluência e um conhecimento maior da língua e suas expressões. A relação custo/benefício também atrai os estudantes, já que o real vale mais que as moedas dos países vizinhos.

México

Indo pouco mais além, porém mantendo a procura pelo reforço no espanhol, há o México, representante latino na América do Norte. Com uma cultura diferente e exótica, é um destino muito interessante para quem busca conhecimento.

Além de treinar o idioma, uma oportunidade perfeita de se visitar diversos monumentos e cidades históricas, como Tulum, município arqueológico que conta com diversas ruínas maias e é um dos principais destinos turísticos do país.

Como ainda estamos falando de aprender espanhol, no México a Coined também é uma escola forte e principal escolha dos intercambistas. Além disso, ela também oferece os mesmos tipos de pacotes do que os países da América do Sul.

Viajar para o México é ter uma imersão gigantesca, já que os sotaques variam de região para região, o que faz com que se trabalhe ainda mais o poder de compreensão e deixe o espanhol mais afiado. Além disso, uma oportunidade de se aventurar na culinária exótica e provar deliciosos burritos, nachos e os populares tacos. Cuidado apenas para não exagerar na pimenta!

Itália

Ti piacerebbe imparare l’italiano? Se você não entendeu a pergunta, talvez seja a hora de aprender italiano. O intercâmbio na Itália é uma excelente opção para enriquecimento cultural. As opções de curso são: italiano geral, o de história da arte e arquitetura, o curso com culinária ou design e fotografia.

O “país da bota” conta com algumas das escolas e universidades mais tradicionais da Europa, como a Dante Alighieri e Linguaviva, instituições com qualidade comprovada e reconhecidas no mundo todo. Durante a visita, além de uma absorção cultural gigantesca, é uma chance incrível para se deliciar com a típica culinária.

A Itália faz parte da área Schengen, que permite a livre circulação de estudantes e turistas em diversos europeus, já que é liberado um visto de múltiplas entradas. Ou seja, você pode aprimorar seu italiano e aproveitar para fazer um tour cultural pela Europa. Ah! Traduzindo a frase inicial, “você gostaria de aprender italiano?”

França

Destino que atrai milhões de estudantes e turistas todos os anos, a França conta com muitas atrações culturais e uma história riquíssima. As principais cidades escolhidas pelos intercambistas são Nice, Biarritz, Martinique, Bordeaux e a clássica Paris.

Mesmo que seja uma língua um tanto incomum, aprender francês é uma experiência única. Você pode optar por um curso de francês tradicional; um com o adicional de esportes; um curso de cultura e gastronomia ou de atualização profissional, geralmente escolhido por pessoas formadas em turismo, hotelaria e medicina.

Para que seu francês fique afiado, a France Langue é a melhor escolha, já que oferece programar que se encaixam na necessidade específica de cada aluno.

Apesar da língua diferente, uma das vantagens de se estudar na França é a equivalência dos estudos no Brasil, ou seja, o ano que você fez por lá, vale também como ano letivo brasileiro. Além disso, os estudantes estrangeiros possuem os mesmos direitos que um estudante nativo.

Caso precise de uma graninha extra ou até alongar a viagem, pode-se conseguir um emprego no país sem problemas. Estando na França, fica muito mais fácil visitar outros países da Europa. Prepare-se para fazer muito biquinho para treinar francês.

Deixe uma resposta