Início Aviação De acordo com estudo, viajantes buscam conforto acima de tudo

De acordo com estudo, viajantes buscam conforto acima de tudo

130
0
COMPARTILHAR

Quando pensamos em uma boa experiência de viagem, conforto é o principal item. Foi isso que mostrou a pesquisa ‘Love the Journey’, da Collinson.

Conforto é apontado como uma prioridade para 74% dos viajantes. O item aparece bem a frente de outros tópicos como custo-benefício (60%) e eficiência (49%).

A pesquisa, que será compartilhada na íntegra ainda este ano, mostra o resultado de conversas com mais de 25 mil participantes globalmente.

A população mundial está viajando cada vez mais. A International Air Transport Association calcula que até 2037, 8.2 bilhões de pessoas viajarão a cada ano. Mais passageiros significam mais multidões, processos de segurança mais rigorosos, filas maiores e mais confusão.

Esses fatores podem ser a razão pela qual os passageiros estão priorizando cada vez mais o conforto ao invés de questões mais práticas – como custos e eficiência.

A busca por conforto é tão grande, que viajantes estão cada vez mais dispostos a pagar mais por benefícios que garantam sua comodidade. Entre as principais facilidades buscadas, destaca-se a compra de acesso a lounges em aeroportos (32%) e assentos com mais espaço nos aviões (31%).

Segundo Christopher Evans, Joint CEO na Collinson: “Há muito tempo as pessoas focam sua atenção no destino, mas nós queremos que elas fiquem igualmente animadas ao pensarem na jornada. Viajar pode ser muito mais do que simplesmente se deslocar do ponto A ao B. E é o papel da indústria ajudar os viajantes a enxergarem isso”.

“A competição para otimizar e monetizar a jornada do viajante já está esquentando. O desafio e oportunidade para os fornecedores de benefícios de viagem e aeroportos é entender onde seus serviços se encaixam em cada uma das milhares de jornadas únicas que vemos diariamente e como eles podem impactar positivamente os viajantes – tanto no momento quanto de maneira mais ampla na totalidade de suas experiências”, comenta o Joint CEO na Collinson.

Para o executivo: “Nós também sabemos que as pessoas estão dispostas a pagar. E muitas vezes estão impacientes, por experiências aprimoradas. Essa é uma tendência que estamos observando na sociedade como um todo, com o aumento da economia recorrente, onde as pessoas estão optando por pagar individualmente por algo que antes elas esperavam receber através de um programa de fidelidade“.

“Nunca houve disponibilidade de tantas opções para que os viajantes relaxem e aproveitem as experiências ao longo da jornada. Desde lounges e lojas em aeroportos, até spas e entrega de comida nos portões. No entanto, nossa pesquisa mostra claramente que acima de tudo as pessoas buscam uma jornada confortável. Para que essa entrega seja viável, a indústria precisa entender como trabalhar de forma eficaz em um mercado complexo de fornecedores, mantendo o foco no cliente e sua experiência. Isso significa trabalhar juntos que o amor pela jornada seja o centro das ações”, completa.

Em breve, a Collinson anunciará os vencedores de seu prêmio anual “Priority Pass Lounge of the Year“. Ele reconhece os lounges de aeroportos que garantem a experiência de viagem mais excepcional.

O vencedor é baseado nas avaliações de membros do Priority Pass, trazendo mais informações sobre como estes lounges estão buscando construir experiências que tragam cada vez mais conforto para a jornada dos viajantes.

Leia também Como as viagens e o turismo se transformarão até 2040

Deixe uma resposta