Início Notícias Cresce o uso de aplicativos para viagens corporativas

Cresce o uso de aplicativos para viagens corporativas

230
0
COMPARTILHAR

Em vez de transporte público, aplicativos de transporte individual. No lugar de restaurantes, aplicativos de delivery de comida. Em vez de reembolso de notas fiscais, aplicativo VOLL.

Cresce o uso de aplicativos para viagens corporativas

O objetivo da plataforma digital de mobilidade corporativa VOLL é garantir maior segurança a seus funcionários, que passam a evitar aglomerações e contatos em seus deslocamentos. Mais do que isso, os gestores encontraram um aliado na comparação de preços de serviços, redução de custos e simplificação de processos.

“A VOLL aprimorou seu aplicativo para atender às novas necessidades provocadas pela Covid-19. Além da redução dos riscos de contaminação, a integração dos aplicativos de transporte, como Uber, 99, Wappa, Cabify e dezenas de cooperativas de táxis em uma mesma plataforma, ajuda a garantir que o funcionário da empresa cliente use sempre o meio mais barato”, avalia Luciano Brandão, CEO da VOLL.

O pioneiro one-stop shop de mobilidade e viagens corporativas da VOLL foi lançado em novembro de 2020. Ele ampliou as possibilidades de sua plataforma que digitaliza e integra todo o processo do colaborador fora da empresa.

É uma solução mobile-first feita para tornar as viagens a trabalho mais simples e inteligentes. Ela integra de maneira inovadora todos os serviços de mobilidade em uma única plataforma. Isso cria uma experiência completa para usuários e gestores. Desde a reserva até o pagamento. A solução permite otimização de gestão e redução de custos.

Diversos parceiros estão integrados na plataforma, como aplicativos de transporte, comida e viagem. Entre eles, estão as principais companhias aéreas nacionais e internacionais, os principais provedores de hospedagem, além dos maiores players de mobilidade urbana: Uber, 99, Wappa, Cabify e os mais diversos parceiros locais de táxis e transporte executivo de todo o país.

A proposta da VOLL é ajudar as empresas na gestão de seus custos com mobilidade de forma otimizada, totalmente digitalizada e mobile, além de melhorar a experiência dos colaboradores.

“Por trás de toda a facilidade para o colaborador, existe um robusto app center (VOLL Store). É nele que o cliente faz a autogestão de seus fornecedores com transparência. É possível, ainda, que a empresa compare as tarifas corporativas com oportunidades de mercado para transporte terrestre, viagens aéreas e hospedagem”, destaca Brandão.

A VOLL está entre as mais atraentes startups do mercado brasileiro. Foi reconhecida pela 100 Open Startups como a plataforma líder em open innovation no Brasil. Ficou, no ano passado, em 2º lugar na categoria Mobilidade e na 5ª posição no ranking geral. Mais recentemente, também foi elencada pelo Sebrae como uma das seis startups para manter à vista, em 2021.

Fundada em 2017 por Luciano Brandão (CEO), Eduardo Vasconcellos (CFO), Jordana Souza (CRO) e Luiz Moura (CMO), recebeu em 2020 um aporte R$ 4 milhões, em uma rodada de investimento com a Wayra e a Iporanga Ventures.

Com clientes como o Banco Itaú, Vivo/Telefonica, McDonald’s, PepsiCo, Sodexo, Cielo, Heineken e Cargill, durante a pandemia, viu o número de usuários dobrar, superando a marca dos 200 mil. O faturamento da empresa registrou uma expansão de 45% em 2020 em comparação com o ano anterior; o número de funcionários passou de 20 para cerca de 110, localizados em São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Florianópolis e outras cidades no Brasil.

Leia também Aplicativos ajudam mulheres a viajar sozinhas

Deixe uma resposta