Início Assistência de Viagem Aplicativos ajudam mulheres a viajar sozinhas

Aplicativos ajudam mulheres a viajar sozinhas

172
0
COMPARTILHAR

É notável o aumento no número de mulheres viajando sozinhas nos últimos anos. Um estudo feito com mulheres no Reino Unido, Estados Unidos, França, Índia, Alemanha, Itália, Brasil e China aponta que mais de 50% das brasileiras já viajaram sozinhas. Entre os motivos, 60% delas buscam independência e liberdade.

Em relação ao destino, as brasileiras que viajam sozinhas escolhem América Central e América do Sul (46%), Estados Unidos e Canadá (42%) e Europa (36%).

Para quem aposta na ideia de curtir as férias sozinha, as novas tecnologias são grandes aliadas e facilitam as viagens. Com o uso de aplicativos e plataformas é possível reservar voos e hotéis. Além de encontrar bons restaurantes e até se conectar com pessoas em diferentes lugares do mundo.

As viajantes brasileiras inspiraram a criação do I Encontro Brasileiro de Mulheres Viajantes, que aconteceu em São Paulo, nos dias 27 e 28 de abril.

O objetivo foi incentivar mais mulheres a embarcarem neste tipo de viagem. Porém, muitas ainda têm medo de viajar sozinhas, por questões que envolvem, principalmente, a sua segurança.

Pensando nisso, listamos 3 apps que podem ajudar:

Life360

Com este aplicativo é possível compartilhar sua localização em tempo real. Então a viajante se sente mais segura, pois pode criar um grupo com amigos ou familiares, que saberão exatamente onde ela está.

TurismoCity

Com o buscador de voos TurismoCity (www.turismocity.com.br) é possível fechar todos os detalhes da viagem (voo, transfer, carro e hotel) em um único lugar e com um bônus: o app utiliza big data para rastrear as melhores ofertas e conta com descontos especiais oferecidos pelos hotéis parceiros.

Vamos Comigo

Este app conecta mulheres viajantes que vão para o mesmo destino, na mesma data e que têm interesses em comum. Assim, elas podem compartilhar a experiência. Além de ser uma boa oportunidade de conhecer novas pessoas e de se sentir segura, por estar acompanhada.

Leia também Mulheres latino-americanas estão mais dispostas a viajar sozinhas

Deixe uma resposta