Início Carreira Cinco países inusitados para intercâmbio

Cinco países inusitados para intercâmbio

317
0
COMPARTILHAR

Por conta da pandemia que ocasionou o fechamento de fronteiras ou até mesmo pela vontade de inovar e conhecer países novos, características normais de um intercambista, Eduardo Heidemann, diretor da TravelMate, agência de intercâmbios associada à Belta (Associação Brasileira de Agências de Intercâmbio) listou 5 países inusitados para uma próxima viagem.

“Existem vários destinos além da América do Norte e do Reino Unido que são tão incríveis quanto, e que até mesmo podem ser mais acessíveis e mesmo assim trazer oportunidades únicas para os que desejam saber como é ser um intercambista”, comentou Heidemann.

Emirados Árabes

Cinco países inusitados para intercâmbio
Dubai conta com enormes shopping centers e extravagantes atrações de entretenimento

Emirados Árabes, mais especificamente a cidade de Dubai, é um destino luxuoso e muito procurado para turismo, mas pouco se pensa nele para estudo e trabalho.

Apesar de ser sinônimo de riqueza e ostentação, a moeda de lá (o Dirham) possui um valor praticamente estável, custando cerca de R﹩1,39. Além disso, o local possui programas acessíveis, e permite que o intercambista brasileiro trabalhe em áreas de atendimento ao público enquanto estuda uma nova língua (inglês ou árabe). Atualmente, as fronteiras do país estão abertas para brasileiros.

Coreia do Sul

Cinco países inusitados para intercâmbio
Pelo sucesso do K-Pop, as ruas de Seul estão cada vez mais abrigando intercambistas (Foto: Pixabay)

A Coreia do Sul é referência em tecnologia e inovação, além de ser o lugar de onde saem os ídolos do K-pop, um novo gênero musical originado lá. Por esses motivos, o destino vem sendo muito procurado e, por isso, está em constante crescimento.

Seul é uma grande metrópole agitada, o que pode atrair viajantes com hábitos noturnos. Mas o país também atrai aqueles que preferem a natureza, principalmente pelo seu litoral e campos de flores.

O intercambista que desejar ir à Coreia, desenvolverá seu conhecimento em coreano, o idioma oficial do lugar. A moeda mais aceita é o won sul-coreano (R﹩1,00 equivale a ﹩219 na moeda de lá) e o fuso horário é de 12 horas à frente do horário de Brasília.

África do Sul

Cinco países inusitados para intercâmbio
O pais possui paisagens belíssimas

A África do Sul também pode ser uma opção para aqueles que desejam um destino barato e interessante. Geralmente os estudantes se deslocam para lá a fim de estudar um novo idioma.

O país é repleto de diversidade, e isso já é perceptível na quantidade de línguas faladas por lá, são onze, incluindo o inglês. Além disso, devido à localização e clima, os amantes da natureza e dos esportes ao ar livre são os que mais se encantam pelo lugar. Devido às savanas, várias espécies de mamíferos são encontradas no território, além de acolher também muitos animais e plantas endêmicas.

O fuso horário da África do Sul é 5 horas à frente do horário de Brasília. A moeda oficial do país é o Rand Sul-Africano que custa R﹩0,37 e o local possui três capitais (Cidade do Cabo, Bloemfontein e Pretória) devido à segregação dos negros.

México

A cidade do México possui diversas opções de programas culturais

Se o seu foco é aprender espanhol em um local próximo, interessante e acessível, escolha o México. O país abrange todos os perfis, desde os interessados em história até os que preferem uma vida noturna, em bares e restaurantes.

No rico território mexicano é onde se encontram templos, pirâmides, praias e centros urbanos moderno, por isso, um intercâmbio para lá é completo, abrangendo o turismo e o aprendizado.

Cinco países inusitados para intercâmbio
O México é um destino completo que atrai a todos os tipos de perfis (Foto: Pixabay)

O peso mexicano custa R﹩0,25 e o custo de vida por lá é parecido com o que se gasta na cidade de São Paulo. Os intercâmbios são os mais variados, podendo ser para negócios, estudos ou só turismo.

Escócia

A Escócia é ótima para aqueles que curtem histórias medievais, além de possuir paisagens lindas (Foto: Pixabay)

Apesar de fazer parte do Reino Unido, a Escócia não é uma localidade tão procurada quando o assunto é estudar ou trabalhar no exterior, mas é um bom destino para aqueles que gostam de locais românticos e cultura medieval e celta.

O país é conhecido pelo uísque, gaita de foles e kilt (a famosa saia xadrez masculina) e é regado por culturas e tradições. O idioma mais falado por lá é o inglês, e a moeda é a Libra Esterlina, aproximadamente R﹩7,16. O custo de vida é alto, mas vale a pena para os que querem fazer um curso de idiomas, se aprofundar nas tradições escocesas e até mesmo procurar o monstro do Lago Ness.

Leia mais sobre outras opções de intercâmbio 

Deixe uma resposta