Início Ecoturismo, Aventura e Esporte Bahamas apresenta plano de turismo

Bahamas apresenta plano de turismo

158
0
COMPARTILHAR

O Ministro do Turismo Dionisio D’Aguilar anunciou, recentemente, detalhes da recuperação prospectiva e plano de reabertura das Ilhas das Bahamas.

D’Aguilar reiterou o compromisso do governo em revitalizar a indústria do turismo do país e, ao mesmo tempo, garantir a saúde e o bem-estar dos cidadãos, residentes e visitantes das Ilhas.

Bahamas apresenta plano de turismo

A partir de 15 de outubro de 2020 portanto, as Ilhas das Bahamas entrarão na Fase 3 do Plano de Preparação e Recuperação do Turismo (Tourism Readiness & Recovery Plan), antes da movimentada temporada de férias, que incluirá a reabertura de praias e grandes hotéis.

Desde 1950, o turismo tem desempenhado um papel fundamental na economia das Ilhas das Bahamas. Ele responde hoje por mais de 50% do PIB do país e 60% do emprego nacional.

A pandemia da Covid-19 teve um efeito sem precedentes nas viagens globais e a economia das Bahamas sentiu o impacto, especialmente após os números recordes do turismo de 2019, onde o país recebeu 7,2 milhões de visitantes.

O detalhado Plano de Prontidão e Recuperação do Turismo do país descreve uma estratégia de reabertura em fases. Tudo programado assim para garantir que o país seja um destino seguro e saudável para os visitantes e residentes.

Bahamas apresenta plano de turismo

Reabertura em fases

Como parte da Fase 3, as praias e os principais hotéis serão reabertos em todas as ilhas. Dionisio D’Aguilar anunciou que todos os hóspedes do hotel devem ficar em “Vacations in Place” (VIP) – ou “Férias no Local” – por 14 dias ou pelo tempo de duração da sua estadia, prevalecendo o período mais curto.

Durante as VIP, os hóspedes terão acesso a todas as comodidades, incluindo spas de hotéis, academias, bares e etc. Além disso, a Fase 3 também terá a reabertura de atrações, excursões e passeios a partir de 1º de novembro de 2020.

Antes da reabertura, o Ministério do Turismo já está trabalhando com companhias aéreas parceiras para garantir assim transporte aéreo direto dos principais lugares onde a curva de contágio da Covid-19 foi achatada.

Além disso, a equipe de comunicação do Ministério está preparada para iniciar uma campanha de marketing ágil, com estratégias agressivas de Relações Públicas e vendas, apoiando-se nas tendências atuais de viagens, como a preferência por férias mais perto de casa, bem como opções que proporcionem reclusão e atividades ao ar livre.

Seguindo a mudança segura para a Fase 3, o Ministério do Turismo, junto com o Ministério da Saúde e outras agências governamentais, irá recomendar uma data apropriada para entrar na Fase 4, que diz respeito à reabertura de atrações selecionadas, cassinos, cruzeiros e balsas.

Bahamas apresenta plano de turismo

Requisitos de entrada

A prioridade do Ministério do Turismo continua sendo a saúde e segurança dos seus cidadãos, residentes e visitantes. Em um esforço para conter a propagação do vírus, o Ministério continua a trabalhar em estreita colaboração com o Ministério da Saúde para estabelecer e avaliar protocolos e cronogramas com relação aos testes de RT-PCR antes da viagem.

Desde 1º de setembro de 2020, o governo das Bahamas anunciou novos requisitos de entrada, incluindo:

  • Visto de saúde das Bahamas aprovado disponível no site oficial
  • Prova de um teste de RT-PCR Covid-19 negativo feito no máximo cinco (5) dias antes da chegada (Os únicos candidatos que não são obrigados a fornecer um teste Covid-19 são: crianças menores de dez anos e pilotos e tripulação que pernoitam nas Bahamas)
  • Obrigatório “Vacation in Place” (VIP) – por 14 dias ou a duração da estadia do visitante, o que for menor – em um hotel, clube privado ou acomodações alugadas (como Airbnb), bem como em um barco particular

Mais detalhes podem ser encontrados no site das Ilhas das Bahamas.

Leia também Os cuidados necessários na retomada

Deixe uma resposta