Início Artigos Algumas dicas para quem viaja a negócios

Algumas dicas para quem viaja a negócios

136
0
COMPARTILHAR

Quando você viaja a negócios está representando a organização em que trabalha. Seu comportamento, portanto, irá refletir na sua imagem pessoal, mas também na reputação da empresa e na percepção da marca. Já pensou nisso? Suas ações sob aquela marca vão influir na ideia que as pessoas têm dela.

Recentemente, viralizou um vídeo de um homem que começou a bater e sacudir a poltrona da passageira que estava em sua frente, pois ela decidiu reclinar o assento em que estava sentada.

Ele alegava que estava sendo “esmagado” pelo pouco espaço entre as cadeiras. O incidente aconteceu em um voo da American Airlines, de New Orleans para Charlotte, nos Estados Unidos.

Para evitar essa e outras situações para quem viaja a negócios, 10 dicas para te ajudar a ser o seu melhor também na estrada. Quer você tenha muitas milhas no currículo ou esteja apenas começando como um viajante global, fique ligado!

Antes de partir: seja pontual

Mantenha-se informado sobre os horários do transporte reservado, condições de trânsito e tempo exigido para completar os procedimentos de check-in, segurança e embarque. O avião/trem/ônibus não esperam por você e os outros passageiros tampouco deveriam esperar. Ser pontual, especialmente quando se viaja a negócios ou em grupo, é simplesmente uma questão de respeito.

Limites de bagagem

Informe-se e respeite os limites de bagagem permitidos. Não seja aquela pessoa que precisa abrir e refazer a mala no meio do aeroporto, exibindo seus pertences pessoais (e até íntimos) e atrasando os procedimentos de check-in. Mostrar que se organizou também é uma maneira de demonstrar que você leva a sério o propósito da viagem.

No aeroporto: esteira rolante

Ao utilizar a esteira rolante, ande pela esquerda e mantenha-se à direita se optar por não caminhar. Não impeça a passagem de outros ao ocupar os dois lados da esteira.

No portão de embarque, aguarde a sua vez

Ao chegar no portão designado, leia o seu cartão de embarque e siga a ordem conforme anunciada: por exemplo, se no seu cartão de embarque estiver escrito “Grupo 3”, não fique na frente das pessoas que estão nos Grupos 1 e 2. Se tentar embarcar antes do seu grupo, você será orientado a voltar e esperar, atrasando o processo de embarque e passando por um constrangimento desnecessário.

Entretenimento a bordo

Regule o volume do som em seu dispositivo individual de modo a não incomodar aqueles à sua volta. Se for assistir vídeos a bordo, use cautela ao acessar conteúdo explícito, principalmente se o passageiro ao lado for menor de idade.

Usando o lavatório

Para quem viaja a negócios (ou não) de trem, ônibus ou avião, após usar o banheiro, deixe-o em condições de ser usado pelo próximo passageiro: lembre-se de dar descarga, baixar o assento e limpar a pia com papel toalha. Pense em como gostaria de tê-lo encontrado!

Assento do meio

O passageiro no assento do meio tem direito aos dois descansos de braço. Quem ocupa o assento da janela pode se inclinar contra a parede e tem um apoio de braço à sua direita; o passageiro do corredor tem um apoio de braço à sua esquerda e acesso direto para deixar seu assento; portanto, ao passageiro do meio deve ser permitido usar os dois descansos restantes.

Serviço de bordo

A toalhinha oferecida antes da refeição em algumas classes de serviço serve para higienizar as mãos apenas – não a utilize para limpar o rosto ou pescoço. Após o uso, mantenha-a em mãos, até que o membro da tripulação venha retirá-la, e então coloque-a na bandeja designada.

Bebidas a bordo

Se você aprecia um vinho ou coquetel antes ou durante um voo, sabe que ótimas opções estão disponíveis para quem gosta. Mas ao ingerir bebida alcoólica antes de embarcar, ou a bordo, é importante saber quando parar, principalmente, para quem viaja a negócios. Já pensou perder o voo e a reunião no destino porque exagerou na bebida?

Viagem de trem

Se quiser conversar com seu companheiro de viagem, sente-se em um vagão regular (não silencioso) e mantenha os tópicos e o volume da conversa razoáveis: conversas e risadas altas podem incomodar outros passageiros; discussões envolvendo detalhes íntimos ou segredos comerciais devem ser reservadas para ambientes privados.

Sempre que um quiet car (vagão silencioso) estiver disponível, lembre-se de que ali não é permitido conversar. Se estiver utilizando um dispositivo pessoal de áudio, como em qualquer outro espaço público, ajuste o volume de modo a não ser ouvido pelos outros passageiros.

Ah…e quanto ao vídeo viral da briga pela poltrona reclinada, mais do que etiqueta, manter a razoabilidade e o respeito teria sido fundamental. Mesmo discordando de outro passageiro, não há como justificar um ato de violência a bordo. E isso vale para quem viaja a negócios ou qualquer outra jornada.

Artigo de Viviane Vicente, consultora de Competência Cultural e Fundadora da Rispetto Consulting
Leia também outros artigos e a participação de nossos colunistas na seção Ponto de vista

Deixe uma resposta