Início Cultural Alentejo tem quatro museus de arte para visitar

Alentejo tem quatro museus de arte para visitar

253
0
COMPARTILHAR

Considerado o destino mais genuíno de Portugal, o Alentejo é a maior região do país. Privilegiando um tipo de vida tranquilo, conta com belas praias intocadas. As cidades são repletas de atrações, como castelos e monumentos históricos.

O Alentejo é detentor de três títulos da UNESCO. Além de diversos outros prêmios internacionais. Uma de suas principais características é que oferece opções para todos os tipos de viajantes. Sejam famílias, casais em lua de mel ou aventureiros.

São coleções que vão da arte sacra à moderna

A arte é um dos maiores interesses dos turistas que vão à Europa. Justamente pelo continente guardar algumas das obras mais famosas de todos os tempos. No Alentejo, em Portugal, não é diferente. Seus pequenos museus têm diversos tesouros para os amantes da arte.

Museu de Évora

Este é o principal museu da cidade mais importante do Alentejo. Com mais de cem anos de história, conta com 19 painéis de temas religiosos. No total, há mais de 20 mil objetos, entre pinturas de artistas como Francisco Henriques, Garcia Fernandes e Avercamp, estátuas romanas, entre outros.
Centro de Arte e Cultura da Fundação Eugênio de Almeida
Instalado no antigo Palácio da Inquisição, quase de frente para o Museu de Évora, o Centro de Arte e Cultura da Fundação Eugênio de Almeida é focado em arte contemporânea, apresentando diversas exposições de manifestações artísticas e culturais. Além de investir em uma programação educativa, com debates e visitas guiadas, muitas vezes com o próprio criador das obras.
Museu de Arte Contemporânea de Elvas
A cidade de Elvas é lar do MACE, um museu que possui, em seu acervo permanente, seiscentas peças da Coleção António Cachola. São obras de artistas portugueses que incluem desenho, gravura, pintura, escultura, vídeo, fotografia e instalações.
Museu da Tapeçaria de Portalegre
Localizado em Portalegre, próximo à fronteira com a Espanha, este museu se dedica às tapeçarias locais, que utilizam o chamado Ponto de Portalegre. São trabalhos belíssimos e originais feitos em lã. Há também exposições temporárias de artistas nacionais e estrangeiros, principalmente aqueles que utilizam a tapeçaria Portalegre de alguma maneira em sua expressão artística.

Deixe uma resposta