Início Aviação Air Europa inclui Tunísia na rota dos brasileiros

Air Europa inclui Tunísia na rota dos brasileiros

480
0
COMPARTILHAR

A Air Europa, divisão aérea do grupo Globalia, opera uma rota entre Madrid e Tunes, na Tunísia, que conecta a viagem com três cidades brasileiras (São Paulo, Salvador e Recife).

O país, localizado no Norte da África, é a porta de entrada para maravilhas ainda não muito conhecidas pela maioria dos viajantes. Entre elas, estão desde um povo hospitaleiro, que adora conversas ao ritmo de um chá delicioso – tradição típica das casas de chá locais – até uma Ilha repleta de Flamingos que desfilam entre os turistas. Sem contar com a possibilidade de fazer passeios de quadriciclo, percorrendo as areias do Sahara.

As águas do litoral também são um atrativo à parte. Afinal, são mais de 1.000 quilômetros de costa. A cidade de Hammamet, por exemplo, traz aquelas construções brancas que se contrastam com a água do mar.

Para quem decide visitar estas terras, sugerimos incluir no roteiro visitas aos sítios arqueológicos e museus.

Capital tem diversas atrações turísticas bastante diferentes

Em Tunes, as atrações turísticas estão em sua Medina, que abriga dezenas de monumentos, palácios e mesquitas (a Zituna – foto abaixo – é uma das mais antigas) e o Soukh El Attarine, que vale a visita para quem quiser garantir um souvenir – chás, essências aromáticas, tapeçaria e cerâmica são só alguns dos itens que o visitante pode comprar.

Local de chegada do voo Air Europa, essa é uma das cidades muçulmanas mais ricas e importantes da Idade Média. Não pode ficar de fora a catedral de Saint Vincent de Paul e o Museu Bardo. Nela, há coleções de peças arqueológicas que vão desde o apogeu de Cartago até o Período Islâmico.

Em El Jem está um dos maiores anfiteatros do mundo e o maior coliseu do Norte da África. Já em Douga, o turista encontra as ruínas romanas mais bem preservadas do país. Enquanto a cidade histórica de Monastir – uma das mais bonitas da Tunísia – brinda o turista com muralhas, minaretes e antigas construções.

No sul do país está a ilha de Djerba, famosa por ter a mais antiga sinagoga do mundo. Aqui, recomenda-se a visita ao Museu de Guellala (Museu das Artes e Tradições Populares de Djerba).

Para quem dispõe de alguns dias, a Tunísia é bem servida em relação aos meios de transportes locais. O país pode ser percorrido facilmente de trem, ônibus ou carro. E o passeio rumo às demais cidades vale à pena.

Conheça outros destinos interessantes aqui

Deixe uma resposta