Início Entidades de Classe Abracorp lança Canal de Transparência

Abracorp lança Canal de Transparência

226
0
COMPARTILHAR

A Abracorp lançou no dia 11 de agosto o Canal de Transparência Abracorp. Seu objetivo é estimular a alta governança nas relações entre as agências associadas, clientes e fornecedores. Segundo o presidente executivo da associação, Gervásio Tanabe, o foco é sustentabilidade e integração de todo o sistema para agilizar os processos.

“O canal tem bases e diretrizes que constituem seu código de ética e conduta. Já em 2018, criamos os princípios e valores dos associados, formulando um guia de melhores práticas através de consultas com os clientes, que foram aprimorados e estendidos também para fornecedores, incluindo o setor de eventos”, afirmou.

Para o presidente do Conselho Carlos Prado, o canal é importante também nesse momento em que setor passa por uma retomada após a pandemia.

“Nosso objetivo é apoiar os associados a realizarem essa travessia pensando em toda a cadeia produtiva. A ideia é buscar o equilíbrio entre as relações comerciais para trazer sustentabilidade e governança ao setor, disponibilizando informações sobre segurança“, disse Prado.

Abracorp lança Canal de Transparência
Carlos Prado é presidente do Conselho da Abracorp

“A questão da segurança veio para ficar. Por isso, o canal é fundamental, principalmente para agências corporativas que têm um processo de decisão diferente, com diversos protocolos. Já quem viaja a lazer é mais simples, pois trata-se de uma opção individual. A pessoa decide e pronto. No momento, por exemplo, o turismo rodoviário e próximos ao destinos de origem têm sido as opções”, completou.

Gerido pela KPMG, o canal independente auxiliará as empresas nas melhores práticas de administração, regência e relações de negócios.

“Nossa grande preocupação é passar a orientação e ser um mecanismo de transparência entre todos os players do mercado. O canal estará em constante atualização e aprimoramento, de acordo com a necessidade do mercado. Faremos continuamente também uma análise da demanda dos seus usuários. O setor precisa estar muito atento pois atendemos um cliente que certamente será muito mais cuidadoso e exigente sobre sua segurança”, finalizou Tanabe.

Leia mais sobre as ações de outras entidades de classe ligadas ao setor de turismo

Deixe uma resposta