Início Ecoturismo, Aventura e Esporte A natureza selvagem dos parques de Ruanda

A natureza selvagem dos parques de Ruanda

177
0
COMPARTILHAR

A primeira parada é em Kigali, a capital de Ruanda. A cidade é um centro econômico e cultural que vale como ponto de partida para qualquer aventura.

As acomodações mais conhecidas ficam próximas à região central, no Bisate Lodge. O bairro é conhecido por suas seis vilas luxuosas e aconchegantes. Elas são feitas com paredes de pedra, teto de palha e uma vista espetacular para a floresta e os vulcões Bisoke e Karisimbi.

O Parque Nacional de Vulcões é um centro de parada para todos os safáris de gorilas de Ruanda. Ele abriga o maior número de espécies na área de Conservação de Virunga. O parque está localizado em uma pequena aldeia chamada Musanze, anteriormente conhecida como Ruhengeri.

Além dos gorilas das montanhas (Gorilla beringei beringei), o Parque Nacional dos Vulcões abriga macacos dourados (Cercopithecus mitis kandti), Hiena-malhada (Crocuta crocuta), búfalos (Syncerus caffer), elefantes, duiker preto (Cephalophus niger) e bushbuck (Tragelaphus scriptus).

Há outras opções de parques em Ruanda

Já na região de Bisate, o viajante pode percorrer trilhas pela floresta local, como a de Gishwati. No local, é possível observar pássaros nativos e raros. Além da oportunidade de conhecer o programa de reflorestamento da área.

O Parque Nacional Gishwati-Mukura foi criado em 2015

Criado apenas em 2015, este é o mais novo parque nacional de Ruanda. Ele desempenha um papel extremamente importante, não apenas na conservação da biodiversidade, mas também na preservação e melhoria dos serviços ecossistêmicos e no fornecimento de um motor econômico para a melhoria das comunidades vizinhas. envolvidos na sua proteção.

Vale descobrir também as ações da Forest of Hope Association, organização não governamental com foco na conservação do Parque Nacional Gishwati-Mukura, importante corredor preservado da vida selvagem.

Para encerrar os passeios, vá ao Karisoke Research Exhibit. É uma exposição que conta a história e a luta pela preservação da espécie dos gorilas-das-montanhas na reserva.

Leia também: Rede Afro Turismo integra Brasil e África

Deixe uma resposta