Início Destaque 5º Fórum Brasileiro de Turismo tem abertura com várias autoridades

5º Fórum Brasileiro de Turismo tem abertura com várias autoridades

307
0
COMPARTILHAR

Abertura e condução do 5º Fórum Brasileiro de Turismo, realizado de forma on-line, foi feita pelo ex-governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, e o presidente da Unidestinos, Toni Sando, e contou com a participação de diversas autoridades.

Na sua fala inicial, o ex-governador lembrou que o turismo vinha tendo um crescimento acima de outros setores da economia. “Antes da pandemia, o turismo liderava a atividade econômica mas foi o mais atingido e a diminuição da sua atividade impactou vários áreas: aviação, transporte, restaurantes e hotelaria. De outra forma, é o setor que vai se recuperar logo. Temos vários indicadores. O preço do dólar incentivará o turismo interno, principalmente, junto à natureza, relacionado à aventura, em estâncias climáticas”, disse o ex-governador de São Paulo.

“O Brasil tem muito recursos e patrimônios naturais e históricos para atrair. Acredito que o turismo terá papel relevante na retomada da atividade economia. O setor terciário, de serviços, é que vai fazer a diferença, devido à sua alta capacidade de empregabilidade”, completou Alckmin.

Em sua participação, Toni Sando lembrou que a fala de autoridades como o presidente da Organização Mundial do Turismo (OMT) mostra a preocupação das Nações Unidas com a retomada das atividades do turismo devido à sua importância para vários países e que precisam de apoio.

“Temos vários empresários com dificuldade de linhas de crédito para retomar suas atividades e investir em equipamentos. Lembrando sempre que a pandemia não acabou e que ainda é preciso manter as medidas de segurança. O turismo é muito importante mas precisa ser feito com responsabilidade, como estão fazendo os hotéis e meios de transporte que vêm implementando protocolos de segurança”, esclareceu Toni Sando.

5º Fórum Brasileiro de Turismo tem abertura com várias autoridades
Ministro do Turismo Marcelo Álvaro Antonio

O ministro do turismo Marcelo Álvaro Antonio lembrou a importância do evento pois ele está promovendo uma discussão importante para os caminhos do turismo no Brasil e que inciativas como essa apoiam o trabalho do ministério.

“Nas ações que temos realizado, tivemos um primeiro momento em que focamos um agenda econômica para que pudéssemos salvar as empresas e preservar os empregos. Na segunda etapa, estamos focados na retomada da atividade em todo o país”, afirmou o ministro do Turismo.

Na sua participação, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, destacou que o seminário é fundamental pois trata de setor muito atingido pela pandemia no Brasil e no mundo. “É um momento importante para que possamos discutir os efeitos e os caminhos para construir soluções para o setor e a Câmara está aberta ao debate na construção de pautas como as que temos construído com o deputado federal Herculano Passos”, disse Maia.

Geraldo Alckmin lembrou que o último Fórum de Turismo aconteceu em Itu, cidade natal do deputado federal Herculano Passos, presidente da Comissão Parlamentar Mista do Turismo, a quem passou a palavra em seguida.

“O evento de 2019 foi um sucesso em Itu e teve a presença de várias autoridades e ministros, inclusive do presidente Michel Temer. Mesmo estando de licença médica não poderia deixar de participar do Fórum, já que sempre participei das outras edições. Meus parabéns a todos os envolvidos”, disse Herculano Passos, cumprimentando a todos.

“Estou otimista, pois já estamos percebendo uma retomada do turismo interno, que deverá ter sua alta confirmada no verão, pois além do dólar estar alto, há restrições de entrada de brasileiros em outros países. Temos trabalhado no Congresso Nacional em algumas medidas de socorro ao setor. Uma delas é o projeto de lei que inclui a exploração do turismo rural entre as atividades rurais, passíveis de tributação de imposto de renda, pois a lei atual não reconhece o turismo como uma das formas de aproveitamento das fazendas. Dessa forma, hoje, eles trabalham na informalidade. Estamos também trabalhando com autoridades de várias frentes para liberação de créditos para o setor de turismo”, completou.

5º Fórum Brasileiro de Turismo tem abertura com várias autoridades
Gílson Machado, presidente da Embratur

Em sua participação, Gílson Machado, presidente da Embratur, destacou que o atual governo vê o turismo com o protagonismo que ele merece com atitudes concretas como a transformação da Embratur em agência e a liberação dos vistos para viajantes de alguns países.

“Os números em 2019 atingiram o dobro do crescimento do PIB nacional. Temos toda a infraestrutura pronta para receber o turista: equipamentos turísticos e hotelaria preparada. Quero fazer um apelo aos congressistas e autoridades sobre a medida provisória 907. Ela foi modificada no Congresso e algumas ações deixaram a Embratur engessada, sem fonte de recursos, não podendo nesse momento fazer promoções no exterior”, ressaltou Gilson Machado.

Já o deputado federal Newton Cardoso Júnior, presidente da Comissão do Turismo na Câmara Federal, destacou as votações de vários assuntos relacionados ao turismo, sobre o setor aéreo e, principalmente, sobre setor hoteleiro, como a aprovação da medida provisória 907.

“Temos nesse momento de conseguir corrigir algumas falhas da legislação como a retirada da cobrança de Ecad nos quartos de hotéis e cabines de navios”, argumentou.  O deputado ressaltou também a questão da liberação dos jogos com uma legislação pioneira, reconhecendo a atividade de entretenimento, que tem uma capacidade excepcional de geração de tributos e de empregos.

A abertura do 5º Fórum Brasileiro de Turismo contou ainda com a participação do deputado federal Felipe Carreras, membro da Comissão de Turismo, relator da medida provisória 948, e do empresário Guilherme Paulus. “O turismo rodoviário já vem crescendo, com a abertura de alguns destinos importantes, como Gramado. Confiando na hotelaria e na aviação em manter as precauções. Todo setor e suas entidades representativas estão se dedicando a encontrar saídas par que a retomada seja mais rápida possível”, completou.

Leia também 5º Fórum Brasileiro de Turismo debate o crescimento do setor pós Covid-19

Deixe uma resposta