Início Cultural 23ª Mostra de Cinema de Tiradentes será em janeiro

23ª Mostra de Cinema de Tiradentes será em janeiro

195
0
COMPARTILHAR

Maior plataforma de lançamento do audiovisual brasileiro contemporâneo, a Mostra de Cinema de Tiradentes chega à sua 23a edição em janeiro de 2020 com programação intensa e gratuita que inclui exibição de filmes, debates, oficinas e atrações artísticas para agradar toda família.

De 24 de janeiro a 1º de fevereiro de 2020, o público é convidado a conferir e participar de uma programação bem diversificada. Há atividades para todos os gostos.

Público no Cine Praça (Foto: Léo Lara)

Serão exibidos, por exemplo, mais de 100 filmes brasileiros em pré-estreias nacionais. Além de mostras temáticas, homenagens e a realização do 23º Seminário do Cinema Brasileiro – composto por debates, mesas temáticas e diálogos audiovisuais.

Durante o evento também acontece a série “Encontro com os filmes”. Ela reúne anualmente críticos de cinema, acadêmicos, pesquisadores, diretores, profissionais do audiovisual, imprensa e público.

Integram também a programação do evento ações  visando à formação e capacitação para o mercado de cinema. O objetivo é criar oportunidades para novas gerações de atores e realizadores.

Terão também oficinas para adultos e jovens que certificarão mais de 200 alunos. A Mostrinha de Cinema será a garantia de muita diversão para a criançada e toda família. Ela apresentará sessões de longas e curtas-metragens voltadas ao público infanto juvenil, com a presença da Turma do Pipoca.

A Mostra Jovem reúne curtas-metragens que dialogam com questões e experiências adolescentes. Na programação, ainda tem atrações artísticas diversas.

Atividades para todas as idades (Foto: Nereu Jr)

São exposições, cortejo da arte, shows e performances com artistas de destaque na cena mineira e nacional, relacionados de alguma forma às temáticas e debates propostos durante toda a programação. Estima-se que em 2020, a Mostra de Cinema de Tiradentes beneficiará um público de mais de 35 mil pessoas.

A cidade receberá toda infraestrutura desenvolvida especialmente para o evento. Serão instalados quatro espaços de exibição: o Cine-Praça, no Largo das Fôrras (espaço para mais de 1.000 espectadores), o Complexo de Tendas, que sedia a instalação do Cine-Tenda (com 600 lugares), o Cine-Lounge (500 pessoas) e o Cine-Teatro (com plateia de 120 lugares), que abrigará o Centro CulturalSesiminas Yves Alves, onde é também instalada a sede do evento.

Férias cinematográficas no roteiro da Estrada Real

Além de desfrutar da programação da 23ª Mostra de Cinema Tiradentes, os turistas poderão conhecer histórias, personalidades, curiosidades e o roteiro turístico que integra a Estrada Real.

A cidade de Tiradentes foi tombada pelo Patrimônio Histórico e Artístico Nacional em 1938. A preservação de seu centro histórico é a maior atração para turistas brasileiros e estrangeiros. É encantador passear por seus becos e ruas, igrejas e edificações características, como o Largo das Fôrras, a Igreja do Rosário dos Pretos e o Chafariz de São José.

O evento gera ais atividade econômica na cidade (Foto: Léo Lara)

As alternativas para quem visita Tiradentes, ao pé da Serra de São José, são muitas. Vão de passeios intimistas pelo conjunto arquitetônico colonial a aventuras pelas diversas trilhas ecológicas.

Destacam-se ainda a extensa variedade do artesanato oferecido pelas suas lojas. E a diversificada culinária, como mostram os pratos típicos ou sofisticados que constam nos cardápios de seus muitos restaurantes.

Pelas ruas, as lojinhas de artesanato oferecem produtos de ferro, estanho, madeira, colchas e bordados feitos por artesãos da região. Na gastronomia, restaurantes diversos – de comida mineira a italiana, misturam sabores e arte. Tudo isto com pitada de cultura brasileira.  Em Tiradentes, o encontro pelo cinema acontece.

No século XVIII, Tiradentes, então Vila São José, foi um dos principais pontos da atividade mineradora de Minas Gerais. A cidade ficava na rota do ouro e do diamante, no caminho da velha Estrada Real, hoje um dos principais projetos turísticos em execução no Brasil.

A Estrada Real tinha a função de via oficial de acesso às minas de ouro e diamante, com vistas à fiscalização direta da Coroa Portuguesa sobre a produção das Minas Gerais, evitando o contrabando e facilitando a cobrança dos impostos que terminaram por provocar a Inconfidência Mineira.

São mais de 1.600 quilômetros de extensão, que combinam patrimônio, natureza e cultura. Há dois caminhos oficiais: o Caminho Velho corta o mapa de Minas desde Diamantina até Paraty, no estado do Rio, e o Caminho Novo que chega até o porto do Rio de Janeiro. São mais de 170 municípios, a maior parte deles localizados em Minas.

Agora é só arrumar as malas, reunir animação e disposição para assistir a dezenas de filmes inéditos. Além de curtir e participar da programação intensa e abrangente que reúne cinema, teatro, circo, música, literatura, dança, artes plásticas e visuais no cenário cinematográfico e singular de Tiradentes.

Mostra de Cinema de Tiradentes já é tradicional no calendário audiovisual brasileiro

Cortejo de arte (Foto: Léo Lara)

Maior evento dedicado ao cinema brasileiro contemporâneo em formação, reflexão, exibição e difusão realizado no país. Apresenta, exibe e debate, em edições anuais, o que há de mais inovador e promissor na produção audiovisual brasileira, em pré-estreias nacionais, de longas e curtas – uma trajetória rica e abrangente que ocupa lugar de destaque no centro da história do audiovisual e no circuito de festivais realizados no Brasil.

Trata-se de um programa audiovisual que reúne todas as manifestações da arte. Sua programação cultural é abrangente. Serão mais de 100 filmes brasileiros em pré-estreias nacionais, mais de 40 sessões de cinema, homenagens, oficinas, debates, seminários, mostrinha de cinema, exposições, lançamento de livros, teatro de rua, shows musicais, performance audiovisual, encontros e diálogos audiovisuais e atrações artísticas. Toda programação é gratuita.

Leia também Maria fumaça no roteiro das ferias

Deixe uma resposta