Início Destaque Um exemplo a seguir: Paulo Gaudenzi

Um exemplo a seguir: Paulo Gaudenzi

611
0
COMPARTILHAR

Perdemos Paulo Renato Dantas Gaudenzi, um ícone do turismo para a Bahia e o Brasil. Nós da Revista Marco Zero devemos muito a ele e estamos consternados com a notícia de sua morte, ocorrida ontem, 04 de fevereiro.

Paulo Gaudenzi costumava dizer que sua melhor característica era saber escolher as pessoas para os cargos certos. Verdade, mas ele era profundo conhecedor das necessidades do turismo e da cultura e, por isso mesmo, maestro das equipes que coordenou.

O mercado de turismo, especialmente o baiano, pode ser definido assim: antes de Paulo Gaudenzi e depois de Paulo Gaudenzi. Soube reconhecer o setor como negócio e, assim transformar o turismo de seu Estado. Os resultados podem ser comprovados nos números que se apresentaram depois de suas ações. Como ele mesmo dizia, o “Planeta Bahia” deu uma lição ao País. Pena que não deram continuidade a seu legado.

Sem se dar por vencido, continuou na batalha e protagonizou a abertura do Salvador Destination. Nessa entrevista que deu à Revista Marco Zero, quando era presidente da entidade, um pouco do homem que fará muita falta.

Memória

Paulo Gaudenzi era Bacharel em Ciências Econômicas pela Universidade Federal da Bahia (Ufba) e Licenciado em História pela Universidade Católica de Salvador (Ucsal). Foi por 12 anos secretário de Cultura e Turismo da Bahia, durante os governos Antonio Carlos Magalhães e Paulo Souto, sendo responsável por desenvolver e implantar o plano estratégico do turismo no estado, nos anos de 1980 e 1990.

Ele presidiu ainda a Bahiatursa e foi também um dos responsáveis pela criação da Promoexport, no final de 1970, sistema que objetivava a promoção e incremento das atividades de exportação da região, e por presidir, durante o governo Roberto Santos, a empresa criada para construir e gerir o Centro de Convenções da Bahia, inaugurado em 1979.

Em 2006, ele foi responsável pelo Plano Emergencial de Turismo para Fortaleza e pelo Plano Estratégico de Desenvolvimento Turístico de Natal (Rio Grande do Norte). Em 2013, Paulo Gaudenzi liderou o projeto de reforma e modernização do Hotel da Bahia, onde permaneceu até 2018.

No mesmo ano, participou da criação da Salvador Destination, sendo seu presidente por quatro anos. Também foi vice-presidente da ABIH e da Comissão de Turismo Integrado do Nordeste (CTI-NE). Ao longo da carreira, publicou cinco livros e proferiu mais de 150 conferências e palestras. Paulo Gaudenzi deixou três filhos.

Deixe uma resposta