Início Destaque Serra do Roncador ainda é pouco conhecida

Serra do Roncador ainda é pouco conhecida

244
0
COMPARTILHAR

A Serra do Roncador, no Mato Grosso, é um lugar de sonho que nos aproxima da própria essência do contato entre homem e natureza. Ela é uma cadeia montanhosa de aproximadamente 800 km de extensão. Começa em Barra do Garças e se estende até o sul do Pará, na região da Serra do Cachimbo.

É uma região de lendas, misticismo e enigmas que atraem pesquisadores de todas as partes do mundo. É um lugar ancestral de tribos indígenas da Amazônia, inicialmente habitada por Karajás, Bororos e Xavantes.

“Roncador” é por causa de um som grave que o vento produz ao passar pelos paredões rochosos. O barulho se assemelha ao ronco de uma pessoa dormindo.

Apesar de estar no cerrado é considerada o Portal da Amazônia, pois é uma das entradas de Mato Grosso, que está dentro da área de Amazônia Legal.

Ecoturismo começa a ganhar força

O ecoturismo começa a engatinhar, pois não existe muita infraestrutura. Em consequência, seus atrativos naturais são pouco frequentados.

Devido a estas condições, as principais atividades são o turismo fora de estrada em veículos 4×4 e caminhadas leves, com banhos de cachoeira.

A região possui muitos atrativos naturais que pessoas com espirito de aventura e que amam a natureza podem desfrutar. Consultamos a empresa Roraima Adventures que realiza passeios na região para saber mais sobre como conhecer o local.

Eles disponibilizam um pacote que inclui entre outras atividades, conhecer o Taquaral, que é o braço oeste da cadeia montanhosa do Serra do Roncador.

O início da viagem é em Barra das Garças. A cidade tem 56 mil habitantes e faz divisa com o município de Aragarças-GO e Pontal do Araguaia-MT através dos rios Araguaia e Garças. Juntas perfazem uma população de 80 mil pessoas.

Logo no primeiro dia, o visitante pode conhecer a Cachoeira Cristal que fica próxima à cidade. Na região, há muitas opções de passeio. O Santuário de Araras que fica a 9 km é uma delas. No local, há um camping em que o visitante pode passar a noite.

Outro passeio imperdível é à Pedra Furada. Fica a 13 km, na margem esquerda do complexo de cachoeiras do Bateia, onde destacam-se piscinas naturais propícias ao banho e flutuação. Hidromassagens e escorregadores naturais completam os atrativos nesse local.

No complexo da Bateia, você ainda pode conhecer outras cachoeiras: dos Duendes, Cadeirão da Bruxa e a do Poço Esmeralda.

Leia outras matéria sobre Ecoturismo, aventura e esporte

Tour na Serra do Roncador

Um dos passeios que o turista não deve deixar de fazer é o tour pela região, até o Distrito Vale dos Sonhos. No caminho, há várias atrações. Entre elas, o destaque fica com Bico da Serra do Roncador.

Localizada a margem da BR 158, cartão postal da região, a formação rochosa lembra a forma de uma imagem religiosa e de um índio. Bem próximo está o Arco de Pedra, de onde temos a visão da planície do Araguaia.

Outra atração é a Gruta da Estrela Azul. É um sítio arqueológico a 200 metros do Arco de Pedra. A pequena gruta tem inscrições de alto relevo em formas geométricas.

As cachoeiras Gêmeas ficam a 18 km por estrada de terra. No percurso, facilmente se avistam emas e seriemas entre outros animais.

 

 

 

Deixe uma resposta