Início Entidades de Classe Quase 300 locadoras já têm o Selo Turismo Responsável

Quase 300 locadoras já têm o Selo Turismo Responsável

109
0
COMPARTILHAR

Após um ano do lançamento do selo Turismo Responsável, exatas 286 locadoras de veículos já aderiram à certificação, conforme o mais recente balanço divulgado pelo Ministério do Turismo. Trata-se do reconhecimento que dá ainda mais credibilidade às empresas do setor que declararam assumir os protocolos de biossegurança contra a Covid-19.

O turismo tem se organizado para promover ambientes seguros. “Por isso, é muito importante que cada vez mais estabelecimentos façam a adesão ao Selo, que é um incentivo para que os consumidores se sintam seguros para voltar a viajar, posicionando o Brasil como um destino seguro e responsável”, destaca o ministro do Turismo, Gilson Machado Neto.

A Associação Brasileira das Locadoras de Automóveis (ABLA) estimula cada vez mais locadoras para a adesão ao Selo Turismo Responsável, que é totalmente gratuito. A empresa precisa atuar no segmento da locação diária, estar com a situação regular no cadastro de prestadores de serviços turísticos (Cadastur), acessar o site do Selo Turismo Responsável, ler as orientações e declarar atender aos pré-requisitos determinados.

Estudo mostra que boa parte dos veículos em locação são para atender turistas

Conforme o mais recente Censo do Setor de Locação, 48% da frota de 1 milhão de veículos das locadoras no país são destinados para o segmento de aluguel diário, que também atende turistas de lazer e de negócios, além dos motoristas de aplicativos e das pessoas que decidem deixar de ter carro próprio para alugar por meio de contratos de longa duração.

Vale lembrar que o Brasil foi um dos 10 primeiros países no mundo a estabelecer protocolos de biossegurança específicos para o turismo que incluem, além de 15 segmentos do setor, um protocolo direcionado ao turista consciente, com uma lista de atitudes que devem ser adotadas para a proteção.

Leia também Mtur faz pesquisa sobre retomada de viagens no país

Deixe uma resposta