Início Destinos Paraísos escondidos no leste de São Paulo

Paraísos escondidos no leste de São Paulo

50
0
COMPARTILHAR

As férias estão chegando ao fim, mas ainda é possível se programar para conhecer diversas áreas de conservação e parques estaduais espalhados por São Paulo. Separamos uma lista com três destinos localizados no leste do estado para você conhecer.

Monumento Natural Estadual Mantiqueira Paulista

Paraísos escondidos no leste de São Paulo

O Monumento Natural Estadual Mantiqueira Paulista conta com área de 10.363,16 hectares e fica localizado nos municípios de Cruzeiro e Piquete, no Vale do Paraíba (SP).

O Mona Mantiqueira busca proteger os recursos hídricos, a paisagem local, por seu significado como marco cultural e histórico, os atributos geológicos e geomorfológicos, a restauração ecológica, a promoção da educação ambiental, a prática do desenvolvimento sustentável e a realização da inclusão social regional, com vistas aos mecanismos de gestão participativa, com a possibilidade de visitação turística e o uso esportivo do complexo rochoso visando garantir a segurança do ambiente natural e dos usuários bem como prevenção e combate aos incêndios e a degradação ambiental.

Serviço

Município: Cruzeiro e Piquete

Endereço: Estrada vicinal José Rodrigues Ferreira, Marins – SP, 12620-000

Mais informações: https://guiadeareasprotegidas.sp.gov.br/ap/monumento-natural-estadual-da-mantiqueira-paulista/

Núcleo Cunha do Parque Estadual Serra do Mar

Paraísos escondidos no leste de São Paulo

Localizado no extremo norte do Parque Estadual da Serra do Mar, o Núcleo Cunha protege importante remanescente de matas nebulares a mais de mil metros de altitude, com árvores de grande porte como cedro, peroba, maçaranduba, araucária, canela e ipê, que abrigam bromélias, orquídeas, samambaias, liquens e lianas.

Suas florestas preservam importantes mananciais para o abastecimento de água das cidades do Vale do Paraíba e até mesmo do Rio de Janeiro. Suas florestas de altitude abrigam muitas espécies exclusivas em risco de extinção, como o sagui-da-serra-escuro, o mono-carvoeiro e o sauá, e aves como o macuco, jacutinga, saudade, cuiú-cuiú, negrinho-do-mato, pavó, gavião-de-penacho e pomba pararu.

Já o relevo acidentado favorece a formação de cachoeiras, especialmente nos rios Bonito, Ipiranga e Paraibuna, tornando este núcleo de especial interesse para a prática do ecoturismo.

Serviço

Município: Cunha

Endereço: Rodovia Paulo Virgínio Km 56,2, estrada do Paraibuna, Cunha – SP, 12530-000

Mais informações: https://guiadeareasprotegidas.sp.gov.br/ap/parque-estadual-serra-do-mar-nucleo-cunha/

Parque Estadual Ilha Anchieta

Paraísos escondidos no leste de São Paulo

O Parque Estadual Ilha Anchieta protege a segunda maior ilha do Litoral Norte do estado. São 17 km de costões rochosos e sete praias de águas cristalinas que contrastam com o verde da Mata Atlântica. Ele foi criado em 1977 com o objetivo de proteção e conservação dos ecossistemas naturais, o desenvolvimento de pesquisas científicas, realização de atividades de educação ambiental e de recreação em contato com a natureza.

Os visitantes podem usufruir de caminhadas ecológicas, mergulhar em águas claras, explorar um rico patrimônio histórico cultural ou só contemplar a paisagem exuberante. Os principais ecossistemas existentes no Parque são o mar, a floresta ombrófila densa, restinga e vegetação de costões rochosos, típicos do bioma mata atlântica. Há diversas espécies de aves, répteis e anfíbios, além de pequenos mamíferos que os visitantes podem avistar durante suas trilhas.

Serviço

Município: Ubatuba

Endereço: Av. Plínio de França, 85, Saco da Ribeira, SP – 11680-000

Mais informações: https://guiadeareasprotegidas.sp.gov.br/ap/parque-estadual-ilha-anchieta/

Paraísos escondidos no leste de São Paulo

A Fundação Florestal alerta aos turistas que existem normas para visitação desses espaços protegidos e o respeito a elas é fundamental para garantir, tanto a preservação dos locais, quanto o sucesso do passeio.

Não é permitida a entrada de animais domésticos; é proibido fazer fogueiras, churrasco, queima de fogos ou qualquer ato que possa provocar incêndio no interior da Unidade de Conservação. A instituição orienta também para que os visitantes não retirem espécies vegetais, animais ou qualquer outro item da natureza. Apenas os resíduos gerados devem ser coletados e levados de volta para descarte adequado.

Nas Unidades de Conservação que cobram entrada, o ingresso custa R$ 19,00 para brasileiros, R$ 28,00 para viajantes do Mercosul e R$ 37,00 para estrangeiros, com meia-entrada para estudantes brasileiros e estrangeiros, profissionais de educação das escolas da rede pública estadual e municipal.  Para alguns atrativos, é necessária a contratação de monitoria à parte.

Para saber mais sobre outras Unidades de Conservação, acesse o site Guia de Áreas Protegidas. Já para fazer a reserva ou adquirir o ingresso, acesse https://www.ingressosparquespaulistas.com.br/home

Leia também Quatro ilhas para conhecer em São Paulo

Deixe uma resposta