Início Conventions e Captação É hora do empresário assumir o protagonismo e escrever a história do...

É hora do empresário assumir o protagonismo e escrever a história do Brasil

508
0
COMPARTILHAR

Na manhã do dia 26 de agosto, aconteceu no memorial da América Latina, o café da manhã e debate FTN – Fórum de Temas Nacionais ADVB – 2019. O foco do encontro foi o “Protagonismo Empresarial nas Parcerias Público-Privadas do Turismo Paulista”. O evento contou com a presença de grandes nomes do turismo.

As palestras foram conduzidas por Toni Sando de Oliveira, presidente executivo do São Paulo Convention & Visitors Bureau, da Unedestinos e diretor do Skål Internacional São Paulo, e Eduardo Sanovicz, presidente da Associação Brasileira das Empresas Aéreas – ABEAR.

Palestrantes responderam as dúvidas dos presentes

A ADVB – Associação dos Dirigentes de Vendas e Marketing no Brasil está há 63 anos no mercado. Durante todos esses anos, a entidade sem fins lucrativos tem cuidado dos cases de maior destaque no mercado. Além de oferecer capacitação e treinamento para o desenvolvimento dos novos e veteranos profissionais da área.

Latif Abrão Jr, presidente da ADVB, reafirmou que a entidade não apoia nenhum partido, no entanto, se posiciona naquilo que acredita.

“A ADVB é uma entidade que não é apolítica, ela é apartidária. Não estamos com nenhum partido. Mas sempre nos posicionamos de acordo com aquilo que nós acreditamos. Liberdade de negociar, liberalismo na economia e os diversos valores que repetimos em todo evento”, explicou.

O presidente salientou que é necessário a iniciativa privada assumir o protagonismo. E destacou que é preciso entender que quem vai escrever a história do Brasil é o empresário. Ainda durante o seu discurso, Latif Abrão anunciou em primeira mão aos convidados que o seu substituto na direção da ADVB será Aristides de La Plata Cury. O nome escolhido é atualmente presidente do Skal São Paulo.

Latif Abrão Jr, presidente da ADVB

O Convention & Visitors Bureau São Paulo é uma fundação estadual que existe há 35 anos. Ele tem como missão aumentar o fluxo de visitantes em São Paulo, principalmente, através da captação de eventos. A entidade foi o responsável por incentivar a abertura dos comércios aos domingos e trazer a realização da Fórmula 1 para São Paulo.

O presidente executivo do Convention & Visitors Bureau São Paulo, Toni Sando, foi um dos palestrantes convidados. Ele explicou como é a atuação da fundação, dividida em três frentes. Os três C’s são compostos pela Captação dos grandes eventos, Capacitação das pessoas para que possam receber os visitantes cada vez melhor e a Comunicação que é a promoção do destino.

Toni Sando de Oliveira, presidente executivo do São Paulo Convention & Visitors Bureau, da Unedestinos e diretor do Skål Internacional São Paulo

O programa de stopover busca oferecer aos turistas, em voos de conexão, opções para ficar uns dias a mais no destino. A medida foi resultado da contrapartida pela redução do ICMS do querosene na capital. A taxa estadual reduzida de 25% para 12%.

Empresários precisamos assumir protagonismo para desenvolver o país

A parceria entre o Visite São Paulo, ABEAR e o governo do estado, através da secretaria de turismo, veio com o intuito de fazer essa grande promoção do destino que é São Paulo. A ideia é estimular viagens que incluem passeios e atrações na capital e cidades próximas.

“Onde se tem verba, não se tem verbo. E o que nós iremos ter é verba. E com verba fica muito mais fácil juntar com todos os recursos que os empresários do setor de turismo tem para que possamos assumir nosso protagonismo. E, assim, fazer de fato uma grande promoção e mostrar quanto São Paulo é forte, atrativo e merece fazer turismo”, afirmou Sando.

Eduardo Sanovicz, presidente da ABEAR, afirmou que o stopover promove impacto direto na economia. E completou que ele é, antes de tudo, uma ação de marketing e vendas.

Eduardo Sanovicz, presidente da Associação Brasileira das Empresas Aéreas – ABEAR

“O resultado desta parceria público-privada gera impacto direto na economia de São Paulo. Ela envolve uma decisão do governo por meio da secretaria de turismo e tem como protagonista o Convention & Visitors Bureau e a ABEAR. Dessa forma, gera-se emprego, renda, promovem-se destinos, serviços, produtos em toda a cadeia produtiva”, finalizou Sanovicz.

Ao final do debate, a ADVB prestou uma homenagem aos participantes. Eles receberam placas de agradecimento. Além de um diploma de participação assinado por Latif Abrão Jr e pelo presidente do conselho, Flávio Corrêa.

Confira mais outras fotos do evento

Leia também outras matérias iniciativas de entidades de classe ligadas ao turismo 

 

Deixe uma resposta