Início Turismo Rodoviário Dicas para quem vai pegar a estrada nas férias

Dicas para quem vai pegar a estrada nas férias

69
0
COMPARTILHAR

A chegada das férias escolares atrai um número maior de veículos nas rodovias do Brasil. Por isso, o Grupo CCR, responsável pela administração de algumas das rodovias mais importantes do país, preparou uma série de dicas que podem ajudar a prevenir acidentes com motoristas e comunidades nas áreas de influência das vias, evitar o desgaste dos viajantes e promover uma viagem muito mais tranquila.

Cuidado com as pipas

Em julho, é muito comum que crianças e adolescentes que moram nas cidades no entorno das rodovias soltem pipas nas proximidades, o que muitas vezes, resulta em acidentes e até em mortes.

Somente em 2018, 93 ocorrências relacionadas a pipas foram registradas na região da rodovia Presidente Dutra. Mesmo com uma redução de 18% em relação a 2017, o número ainda é significativo.

Em virtude disso, a concessionária realiza todos os anos, principalmente durante o período de férias escolares, campanha educativa sobre os riscos da brincadeira às margens da rodovia.

A campanha conta com a distribuição de folhetos informativos com orientações às comunidades do entorno e aos comércios, além de veiculação de dicas de segurança na programação da CCRFM 107,5.

A entrega dos panfletos é realizada pelas equipes do SOS Usuário da concessionária, que são treinadas para orientar as comunidades.

Como a rodovia é muito extensa, para chegar a esses grupos, os colaboradores têm apoio do Centro de Controle Operacional (CCO), que monitora todo o trecho da via com ajuda das câmeras.

Em paralelo, a concessionária alerta para alguns pontos em especial: empine pipas longe da rede elétrica e da rodovia; procure espaços como parques, praças e campos de futebol; cuidado com os ciclistas e motociclistas.

As linhas podem não ser vistas, causando graves acidentes e até mortes; não suba em lajes de casas para empinar pipas. Distrações causam quedas; é proibido o uso de cerol ou de qualquer produto semelhante que possa ser aplicado em linhas de papagaios ou pipas.

Fazer a manutenção do veículo é uma das dicas mais importantes

O que poucas pessoas se atentam é que muitas vezes a viagem termina antes mesmo de começar, devido à falta de manutenção nos veículos.

Algumas dicas importantes: checar itens básicos como pneus, óleo do automóvel, água do motor, limpadores de para-brisas, tomar cuidado com pane seca, e outros aspectos mecânicos pode evitar que a viagem seja frustrada.

Em 2018, rodovias administradas pelo Grupo CCR em São Paulo somaram 317.745 atendimentos referentes a problemas com os veículos. Principalmente panes seca, mecânica e elétrica, pneus furados, superaquecimento do motor e baterias descarregadas.

Esses problemas poderiam ser evitados com uma simples checagem antes de pegar a estrada. Por isso, uma das dicas importantes é ficar atento às necessidades do veículo.

Atenção na hora de acomodar a bagagem

Entre as dicas da empresa para quem vai viajar está a forma de acomodar a bagagem no veículo. Pode parecer simples, mas adaptar as malas no porta-malas muitas vezes se torna uma arte.

Por isso, é muito comum ver veículos com itens cobrindo a visão do motorista na área do vidro traseiro e também nas laterais, ou soltos em cima do veículo, sem o uso de um rack ou bagageiro.

As bagagens devem ir, preferencialmente, no porta-malas e acomodadas de forma que não fiquem soltas, evitando que se movimentem.

Evite carregar itens soltos nos bancos ou piso do automóvel, pois em caso de acidente ou até mesmo uma frenagem mais forte eles podem ser arremessados e machucar os passageiros.

Não retire o tampão do porta-malas (em veículos modelo hatch ou SUVs), ele é essencial para separar a área e evitar que a bagagem se mova para dentro do veículo. Bolsas e mochilas mais leves podem ser acomodadas no assoalho do veículo, mas se possível, melhor colocá-las no porta-malas.

O peso transportado é outro fator a ser observado. Todos os veículos têm uma capacidade de carga máxima, informação que se encontra disponível no manual do proprietário.

Ultrapassar esse limite pode gerar quebra de componentes mecânicos, principalmente freios e suspensão, ou até mesmo o estouro de um pneu, levando a um acidente.

Outro fator é a forma de dirigir. Lembre-se que quando está carregado, o automóvel tem desempenho diferentes do que quanto está vazio.

O veículo terá menor capacidade de frenagem, precisando antecipá-la. Além disso, há perda na capacidade de aceleração e retomada de velocidade, principalmente em modelos com baixa potência, o que demanda atenção ao acessar uma via de grande movimento ou fazer ultrapassagens.

Transporte de crianças e animais domésticos

Lembre-se, o bem maior que está sendo transportado na viagem são as vidas e, por isso, todo cuidado é pouco. Não transporte crianças ou animais domésticos soltos nos bancos.

No caso das crianças, o ideal é acomodá-las nas cadeirinhas, com o cinto atado. Para animais domésticos, compartimentos específicos evitam que o bichinho de estimação salte pelo vidro ou fique circulando pela área interna do veículo, podendo desviar a atenção do motorista e resultar em acidentes.

Lixo na estrada

Outro ponto importante é o descarte de lixo nas rodovias. Tenha sempre no veículo uma sacolinha de lixo, assim você pode evitar descartar papeis, garrafinhas, latas ou outros itens na rodovia.

Não atravesse no meio das rodovias

Se precisar atravessar as faixas, use sempre as passarelas ou as travessias de pedestres em nível. Elas foram construídas para garantir segurança aos pedestres e evitar atropelamentos. Lembre-se que muitas vezes o motorista não tem tempo hábil para frear o veículo ao avistar uma pessoa na pista.

Atenção com as queimadas

O período de inverno, que inclui as férias de julho, é bastante sensível a queimadas. Por isso, evite jogar bitucas de cigarros pelas janelas dos veículos e, caso aviste algum foco de queimada ligue para a concessionária responsável pela via ou para a Polícia Rodoviária, para que as devidas providências sejam tomadas.

No caso de São Paulo, as concessionárias do Estado participam da Operação Corta Fogo, promovida pela Artesp, que tem como objetivo prevenir incêndios e educar os motoristas sobre o tema.

Depois de tomar todos os cuidados necessários, basta pegar e estrada e se divertir nas férias!

Leia outras matérias sobre turismo rodoviário

Deixe uma resposta