Início Esportes Copa do Mundo impulsiona eventos corporativos de final de ano

Copa do Mundo impulsiona eventos corporativos de final de ano

487
0
COMPARTILHAR

O abrandamento da pandemia e consequente flexibilização dos protocolos e regras para a realização de eventos está trazendo de volta as confraternizações de fim de ano em que tradicionalmente as empresas reúnem colaboradores, fornecedores e parceiros. E, esse ano, temos a Copa do Mundo do Catar para estimular esses encontros.

Levantamento da Alagev (Associação Latino Americana de Gestão de Eventos e Viagens Corporativas) aponta que muitas das empresas associadas já estão encontrando dificuldades na busca por locais com agenda que suportem a capacidade de convidados que, dependendo do porte da agência, pode chegar a 7 mil pessoas.

Giovana Jannuzzelli, diretora executiva da Alagev, conta que há empresas que retomaram as suas comemorações integralmente, assim como acontecia antes da pandemia, outras estão unindo colaboradores, clientes e fornecedores para uma ação ainda maior das realizadas previamente; e há aquelas que ainda não definiram sobre as celebrações de final de ano ou que realizarão eventos menores, divididos por área. “No geral, vemos portanto uma forte movimentação do segmento e uma vontade de celebrar a retomada desse ano”, destaca.

Ainda de acordo com a executiva, os espaços de eventos e hotéis estão com alta procura para happy hours e outros tipos de confraternizações, por isso já existe uma escassez de ofertas tanto para grupos pequenos quanto para grandes.

“Além de eventos corporativos habituais para a época, neste ano teremos ainda o complemento, pela primeira vez na história, de a Copa do Mundo de Futebol ser disputada nos meses de novembro e dezembro. Com esse aquecimento, os encontros serão dessa forma mais intensos no final do ano”, avalia.

Na Quickly Travel, agência de viagem com forte atuação no mercado corporativo, o segmento MICE (meetings, incentives, congress and exhibitions) alcançou um crescimento exponencial projetado em mais de 500% em volume e número de eventos/incentivos no último trimestre de 2022, na comparação com 2021.

De acordo com Jahy Carvalho, General Manager for Global Business Development, a participação internacional foi um destaque, alcançando o patamar de 300% de crescimento em relação a 2021, estimulado pela flexibilização das restrições da pandemia associada à demanda reprimida das empresas.

“As solicitações de última hora são uma constante, com alguns desafios de disponibilidade de destinos, espaços e hospedagens e tempo para organização. No segmento de incentivo, observamos um crescimento de 200%, com destaque para países como Estados Unidos, Colômbia e México. No Brasil, lideram os destinos do nordeste e os próximos a São Paulo. Temos percebido mais recentemente que os clientes têm evitado segmentos aéreos em suas solicitações”, afirma Jahy Carvalho.

Leia mais notícias e informações sobre o setor de eventos