Início Destaque Como agradar a todos na viagem em família

Como agradar a todos na viagem em família

571
0
COMPARTILHAR

Viagem em família é uma delícia, mas nem sempre é algo fácil. Agradar e garantir a segurança de todos é um desafio na hora de programar o passeio.

É preciso pensar em muitos detalhes quando a turma é composta por crianças cheias de energia pra brincar, adolescentes querendo descobrir o mundo, adultos cansados sonhando com um pouco de paz, idosos com necessidades especiais e ainda os pets.

Para ajudar as famílias na missão “viagem para todos”, veja algumas dicas de Júlio Castanheira, diretor de Hotelaria da RDC.

Crianças

Opções de alimentação e área de lazer, além de cama extra, telas nas janelas, proteção de tomadas e segurança em sacadas e piscinas são imprescindíveis

Aos pais que escolhem ficar em hotéis, é importante se informar sobre a estrutura, alimentação e área de lazer. O esquema de acomodação e cuidados dos quartos, como cama extra, telas nas janelas, proteção de tomadas e segurança em sacadas e piscinas são imprescindíveis.

“Uma questão que inibe muitos pais de encararem um hotel é a alimentação da criança. Às vezes, é necessário acesso à cozinha para aquecer uma papinha ou mamadeira, ou ainda opções no cardápio que contemplem o mini-hóspede. Hoje em dia, os hotéis estão bem flexíveis e preparados para isso, alguns dispondo até de copa baby”, explica Castanheira.

Adolescentes

Jovens gostam de viajar com a família mas também querem curtir programas sem os pais

O ideal é que os pais pesquisem com antecedência quais as opções de passeios no destino da viagem. É importante saber se há parques, centros de diversão, atividades de aventura na natureza, shows e “baladas” específicas para esta faixa etária.

“Os adolescentes, em geral, desejam mais contato social. Buscam fazer novas amizades e explorar territórios. De preferência, sem os pais. Uma opção é buscar por agências especializadas em passeios do tipo, sempre dando atenção à segurança dos jovens”, aconselha o diretor da RDC. Na bagagem, não esqueça de incluir jogos que possam integrar não apenas os jovens, mas toda a turma.

Adultos

Adultos muitas vezes procuram viajar também para descansar, por isso muitas vezes a programação é menos intensa

A maioria, especialmente os pais de família, quer mesmo é descansar nas férias. Por isso, quanto menos preocupação, melhor. Investir um tempo para preparar a viagem com antecedência é a melhor maneira de aproveitar os dias de folga, já que as decisões e providências mais importantes já foram tomadas. A parte financeira não pode ficar de fora, mas ao contrário do que se pensa, calcular custos de viagem é bem menos complicado do que parece.

“É comum que os pais fiquem tão preocupados com tudo que esqueçam de si mesmos nas férias. Por isso, é importante garantir um tempo para o casal se curtir. Não esquecer de planejar um passeio, um jantar a dois ou até mesmo cuidados com bem-estar em um spa, por exemplo”, diz Castanheira.

Idosos

Ao viajar, idosos precisam de cuidados especiais que começam na preparação

É cada vez mais comum idosos que topam viajar com a família. Mas, é bom lembrar que eles precisam de cuidados especiais. A começar pelas acomodações, que devem ser seguras. Nos banheiros, é importante conferir se há apoiadores no box, por exemplo. Caso a pessoa faça dietas, é fundamental verificar com o hotel a possibilidade de haver um cardápio adaptado.

Os medicamentos devem ser levados em quantidade suficiente para todo o período. Para determinados casos, é aconselhável escolher um destino que tenha hospitais próximos, para casos de emergência. Nem sempre os idosos poderão acompanhar os mais jovens em passeios, então é importante que o local da hospedagem ofereça opções de diversão mais leves.

Pets

Em primeiro lugar, é preciso saber se o hotel aceita animais

Cães e outros animais de estimação fazem parte da família e também saem de férias. “Neste caso, obviamente, é preciso escolher por locais que permitam a permanência de pets e tenham espaços para que eles possam ficar durante os passeios em que não possam ir”, alerta o diretor da RDC. Agora, basta arrumar as malas com todos os apetrechos necessários e muita animação para que todos possam viver uma experiência prazerosa. Independente do destino ou tipo de hospedagem, a hora é de aproveitar.

Deixe uma resposta