Início Especial Covid-19 Cinco passos para cortar gastos e ter estabilidade financeira

Cinco passos para cortar gastos e ter estabilidade financeira

111
0
COMPARTILHAR

Manter o equilíbrio no orçamento, conquistar renda extra para imprevistos, atingir uma estabilidade. Esse talvez seja um dos focos de quem sonha em ter uma vida financeira saudável. Segundo levantamento realizado pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e a Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) quase metade da população brasileira (48%) não controla seus gastos financeiros.

Ao contrário do que muitas pessoas imaginam, atingir esse objetivo não depende apenas de salários altos ou muitas fontes de renda extra. Além de não ser uma tarefa inalcançável, conquistar estabilidade é possível com dedicação e planejamento.

Com intuito de auxiliar as pessoas que buscam se estabelecer, Humberto Santillo, Head de Marketing da Simplic – primeira fintech de crédito 100% on-line listou cinco passos para cortar de vez os gastos desnecessários do seu orçamento e conquistar uma saúde financeira no azul.

Não ultrapasse o seu orçamento

O maior erro cometido pelas pessoas é gastar mais do que ganha, coloque na ponta do lápis sua renda e nunca ultrapasse o valor que terá ao final do mês, ou seja, não se pode fazer dívidas maiores do que o total em caixa. Estude seus gastos, como alimentação, transporte, saúde e reveja em qual dessas áreas é possível melhorar.

Data de vencimento de contas

Neste passo é preciso muita atenção, apesar do atual momento em que vivemos, estar em casa pode nos prejudicar ao lembrar dos compromissos que antes faziam parte da rotina. Atente-se ao vencimento de todas suas contas, principalmente as faturas de cartão de crédito. Na maioria das vezes, os juros por atraso somam um valor abusivo que ao final do mês causará falta em seu orçamento. Uma dica para que isso não aconteça é a utilização da opção débito automático.

Cuidado com as taxas

Taxas são despesas que muitas vezes não são colocadas no orçamento e diferente do que pensam podem pesar muito no final das contas. A manutenção de serviços cobrados por bancos e cartões de crédito merecem um alerta, por isso busque alternativas mais baratas ou gratuitas.

Controle os hábitos

Alguns gastos cotidianos, como um café na padaria, sobremesa após o almoço, pedir um delivery são desnecessários. Se você for reparar, deixa passar esses hábitos sem pensar no quanto eles estão te prejudicando. Afinal, é difícil saber ao certo qual o valor mensal gasto com isso. Sendo assim, mudar os hábitos ao final do mês sobrará mais dinheiro. E, certamente, trará mais estabilidade.

Reveja planos de assinatura

Serviços de assinatura estão cada vez mais presentes nas residências, alguns de TV, outros streaming, telefone celular, entre outros. Por isso, opte por despesas menores, cancele o telefone fixo e mantenha o gasto apenas com celular. Procure opções mais baratas que correspondam sua necessidade, hoje em dia existe uma grande variedade de serviços on-line e de graça.

Com estes simples passos, inicie uma mudança que poderá ajudar você e toda sua família no controle dos gastos. Se não conseguir cortar, experimente reduzir e não desista.

Leia também As transformações causadas pela pandemia nas empresas

Deixe uma resposta