Início Entidades de Classe Osasco reduz imposto para empresas de turismo

Osasco reduz imposto para empresas de turismo

2200
0
COMPARTILHAR

O Município de Osasco reduziu a cobrança do Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISSQN) para empresas do setor de turismo da cidade de Osasco. A medida vale por 10 anos.

Sendo assim, as empresas do setor de agenciamento, organização, promoção, intermediação e execução de programas de turismo, passeios, viagens, excursões, hospedagens e congêneres passam a ter reduzida a alíquota de 3% para 2%.

Para o presidente do Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares (SinHoRes) de Osasco, Alphaville e Região, Edson Pinto, a medida torna Osasco uma cidade mais competitiva e atrativa para o setor.

“A partir de agora, a tendência é observarmos um aumento de instalações de empresas na cidade. Isso movimentará a economia. Além de proporcionar maior desenvolvimento para a região e gerar mais emprego e renda para a população”, afirmou Edson Pinto.

A primeira indústria de Osasco é de 1890

Vila operária da primeira fábrica de Osasco

A quinta maior cidade do estado de São Paulo é hoje um grande centro comercial e industrial. A história de prosperidade, porém, começou bem antes, no século 19. Em 1887, o imigrante italiano Antonio Agu comprou uma área de chácaras, sítios e fazendas às margens do rio Tietê.

Por volta de 1890, Agu decidiu criar uma olaria e convidou para sócio o Barão Dimitri Sensaud De Lavaud. A pequena fábrica, que produzia tijolos e telhas, passou a fazer também tubos e cerâmicas. Ela deu origem à primeira indústria da cidade, a Companhia Cerâmica Industrial de Vila Osasco.

Após outras iniciativas, em 1895, Agu construiu a Estação Ferroviária. Depois ergueu várias casas nos arredores para abrigar os operários que chegavam para a obra. Os dirigentes da Estrada de Ferro quiseram batizar a estação com o nome do principal empreendedor da região. Porém, Antonio Agu pediu que a homenagem fosse dada à sua cidade natal na Itália: Osasco.

Foco no turismo de negócios

Além da ferrovia, a cidade conta hoje com excelentes rodovias, grandes avenidas e ramais hidroviários. As facilidades de acesso somadas à infraestrutura e grandes investimentos de empresas fazem da região um grande polo de turismo de negócios.

Não por acaso, as diárias nos hotéis costumam ser mais caras nos dias de semana – um convite a mais para curtir um fim de semana em Osasco e conhecer seus atrativos culturais. Entre eles, a Catedral em estilo romano e o Museu Dimitri Sensoud de Lavoud, repleto de documentos sobre a história da cidade.

Deixe uma resposta